Scoundrel Days

A-Ha

exibições 50.542

Scoundrel Days

Was that somebody screaming...
It wasn't me for sure
I lift my head up from uneasy pillows
Put my feet on the floor
Cut my wrist on a bad thought
And head for the door

Outside on the pavement
The dark makes no noise
I can feel the sweat on my lips
Leaking into my mouth
I'm heading out for the steep hills
They're leaving me no choice

And see... as our lives are in the making;
We believe through the lies and the hating
That love goes free

For want of an option
I run the wind 'round
I dream pictures of houses burning
Never knowing nothing else to do
With death comes the morning
Unannounced and new

Was it too much to ask for
To pull a little weight...
They forgive everything but greatness
These are scoundrel days
And I'm close to calling out their names
As pride hits my face

See...as our lives are in the making;
We believe through their lies and the hating
That love goes free through scoundrel days

I reach the edge of town
I've got blood in my hair
Their hands touch my body
Licking everywhere
But I know that I've made it
As I run into the air

And see... as our lives are in the making;
We believe through the lies and the hating
That love goes free
Through scoundrel days

Dias de Malandragem

Isso era alguém gritando
Não fui eu, com certeza
Eu levanto a minha cabeça dos travesseiros desconfortáveis
Coloco os meus pés no chão
Cortei meu pulso em um pensamento ruim
E me dirijo à porta

Lá fora, na calçada
A escuridão não faz ruído
Posso sentir o suor em meus lábios
Vazando para dentro da minha boca
Estou me dirigindo às as colinas íngremes
Eles não me dão escolha

E veja... enquanto nossas vidas se fazem
Nós acreditamos que entre as mentiras e ódio
O amor corre livre

Por falta de opção
Eu corro driblando o vento
Eu sonho fotos de casas em chamas
Sem saber o que fazer
Com a morte vem a manhã
Nova e de repente

Será que foi pedir de mais
Para dar uma força
Eles perdoam qualquer coisa, menos grandeza
Estes são dias de malandragem
Estou perto de gritar todos os seus nomes
Enquanto o orgulho bate o meu rosto

Veja... enquanto nossas vidas se fazem
Nós acreditamos que entre as mentiras e ódio
O amor corre livre através dos dias de malandragem

Eu alcanço os limites da cidade
Eu tenho sangue nos meus cabelos
As mãos deles tocam meu corpo
Vindas de todos os lados
Mas eu sei que eu consegui
Enquanto eu corro para o ar

E veja... enquanto nossas vidas se fazem
Nós acreditamos que entre as mentiras e ódio
O amor corre livre
Através dos dias de malandragem.

Composição: Magne Furuholmen / Paul Waaktaar-Savoy · Esse não é o compositor? Nos avise.
Traduzida por sartre, Legendado por santiagoflavia e levi.Kroos.71619533
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.
Terra Música feedback