The Interview

AFI

exibições 2.059

The Interview

Forever waiting for disaster,

What david calls servant and master,
Will you play it, too?
As this displacement begs for water,
Swimming, bathing, drowning in sorrow,

Scream with me.

I crawl across this cracked expansion,
I'll be buried, soon.
Beneath the sand with pure intentions.
Wanting something, someone to follow.

For a change, ill refrain,
From hiding all of me from you.
(here's my lullaby.)
Pray for rain, lose your name.
And watch all your dreams fall through.
(hush now don't you cry.)

I swoon upon my knees come crashing
Will you bury me?
Today, this small favor i'm asking
Hold me. you may drop me tomorrow.

For a change, ill refrain,
From hiding all of me from you.
(here's my lullaby.)
Pray for rain, lose your name.
And watch all your dreams fall through.
(hush now)

For a change, ill refrain,
From hiding all of me from you.

Pray for rain, lose your name.
And watch all your dreams fall through.

Here's my lullaby.
Hush now don't you cry.

Calm down. come now, cold resides with me.
I flee to decemberunderground.
As you exhale, i breathe in and sink into the water underground
And i'll grow pale without you.

A Entrevista

Sempre esperando pelo pior

O que David chama de relação entre mestre e escravo,
Você vai entrar nessa também?
Essa mudança pede por água,
Nadando, se banhando, se afogando em tristeza

Grite comigo

Eu rastejei por essa pequena abertura
Eu vou me queimar, e logo,
Sob a areia, com intenções puras
Desejando, algo, alguém para seguir

Pra variar, eu vou evitar
Esconder de você tudo que sou
(Essa é minha canção de ninar)
Peça pela chuva, abandone seu nome
E veja todos os seus sonhos fracassarem
(Acalme-se agora, não chore)

Eu caio sobre meus joelhos
Você vai me enterrar?
Hoje, é esse pequeno favor que estou pedindo
Me abrace. Você pode me largar amanhã

Pra variar, eu vou evitar
Esconder de você tudo que sou
(Essa é minha canção de ninar)
Peça pela chuva, abandone seu nome
E veja todos os seus sonhos fracassarem
(Acalme-se agora, não chore)

Pra variar, eu vou evitar
Esconder de você tudo que sou

Peça pela chuva, abandone seu nome
E veja todos os seus sonhos fracassarem

Essa é minha canção de ninar.
Acalme-se agora, não chore.

Acalme-se. Venha pra baixo, o frio vive comigo.
Eu fujo para o subterrâneo dezembro.
Enquanto você expira, eu inspiro e afundo na água subterrânea
E vou ficando sem cor, sem você

Terra Música
feedback