Perseguições

Alexandre Bernardino

Quando me atiram pedras, quando sou perseguido
Quando preparam covas eu tenho a quem clamar.
Quando tudo escurece, e o sol não aparece
Quando o vento sopra eu tenho a quem clamar.
Sei em quem tenho crido e que é poderoso
Pra guardar meu tesouro, ninguém vai me roubar.
Eu creio nas promessas e em Deus não tenho pressa,
No tempo certo eu sei que a bênção vai chegar...

(coro)
As perseguições não vão me impedir
Vou chegar ao alvo, não vou desistir
Todos os meus sonhos entreguei a Deus,
Ele vai cumprir em mim os planos Seus.
Minha voz ninguém vai conseguir calar
Meu louvor eu sei que no céu vai chegar.
Quanto mais atiram pedras contra mim
Mais pro alto eu subo, não será meu fim.

Não vou me calar, não vão me segurar.
Não podem me impedir da minha bênção alcançar.
Podem até me humilhar e com palavras me atacar,
Mas escondido em Deus estou, meus sonhos ninguém irá frustrar.
As setas não vão me atingir, há um escudo sobre mim.
O sangue de Jesus me cobre, por isso vou até o fim.


Vou até o fim (2x)

1.838 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais