Hechizo Polaco

Alfredo Casero

exibições 133
tradução automatica via Revisar tradução

Hechizo Polaco

Sos un rayito de sol
El que da luz a mi mañana
Con ese fresco dulzor
De tu sonrisa temprana
Pero no la vez cuadrada
En el yeite culinario
Y me calcinas a diario
Un par de milanecetes
Si le da por escabiar
Prefiere el tinto aceitoso
Yo me quiero morfar
El azotillo de un oso
Mire que yo he sido malo
Y no le aguanto a ninguna
Pero esta me la ha mandado
El diablo para que sufra

El puré me lo quemas
El agua del mate hierve
Y yo vivo enamorado
De esos ojos
De esos ojos que me pueden
¿Cómo puedo soportar?
Mejor mi mama no sepa
Esto es un viva la pepa
Y... y no lo puedo parar

No puedo, no puedo estoy tomando pastillas
Y no puedo tomar alcohol
Sino me quedo pelado

Todo lo veo mas lindo
Desde que la tengo en casa
Fray Luis Beltrán y la vía
Lado norte de Caraza
Pero le miro la boca
Cuando dice cucurucho
Y un tronco de un metro veinte
Lo corto con un serrucho

Con milanesa de soja me quiere arreglar
Carne ni blanca ni roja
Todo poroto saduki
Y el pibe de la suzuki
Que con carpeta y cautela
Desliza una muzzarella
Por debajo de la peta
Para paliar el ragu
Y yo ni mu
Y que el Chiche, que Sarita
Que barenique, que rosca
Ni el bolido de una mosca
A otra chichi yo le aguanto
¿Y para que llorar tanto
Por amores contrariados?
No se que me habrá pasado
Que ya casi ni atorranto

Le juro amigo es divina
Y no cocina ni friega
No se donde hay calzoncillos
Por ejemplo
Y a veces hasta me pega
Los amigos de la barra
Me ven cambiado y sumiso
Debe haber sido polaco
El hechizo
Que me hizo.

Polonês feitiço

Você é um raio de sol
Aquele que dá a luz a minha manhã
Com que doçura fresca
Em seu sorriso início
Mas não tanto quadrado
Na culinária Yeite
E eu calcinas diárias
Um par de milanecetes
Se você receber por escabiar
Prefere vermelho oleoso
Eu quero Morfar
O azotillo de um urso
Olha, eu fui ruim
E não são válidas para qualquer
Mas isso me enviou
O diabo a sofrer

Eu queimo purê
Água ferve Matt
E eu vivo no amor
Aqueles olhos
Esses olhos que eu posso
Como eu posso tomar?
Minha mãe não sabe melhor
Este é um poço vivo
Y. .. e eu não posso parar

Eu não posso, eu posso tomar pílulas not'm
E eu não posso beber álcool
Mas eu sou careca

Tudo que eu vejo mais bonito
Desde que eu tenho em casa
Fray Luis Beltran e via
North lado do Caraza
Mas eu olho para a boca
Quando você diz cone
E um tronco quatro pés
Eu cortei com uma serra manual

Com a soja Milan quer me consertar
Carne branca ou vermelha ou
Todos saduki feijão
E a criança da suzuki
Com pasta e cautela
Deslize uma mozzarella
Abaixo da peta
Para reduzir o ragu
E eu peep
E o Chiche, Sarita
Isso barenique, threading
Nem uma mosca Bolido
Para outro chichi estou
E para lamentar tanto
Por um amor não correspondido?
Eu não vou durar
Isso quase não atorranto

Eu juro que é amigo divino
E não cozinhar ou esfregar
Onde não há cueca
Por exemplo
E às vezes eu até colar
Os amigos do bar
Eu vejo alterados e submissa
Deve ter sido polaco
O feitiço
Eu fiz.

Terra Música
feedback