Arei a terra
Um terreno genuino
Preparei pra melância
Pois o preço esta subindo
Gastei a grana
Fiquei duro até tinindo
Mandaram semente errada
Só nasceu pé de pepino

Eu não quero mais pepino
Eu não quero mais pepino
Nem do grosso e nem do fino
Eu sofro do intestino
Deus o livre de pepido, Amado e Antônio
Chega esse pepino pra lá, Antônio
Eu vou chegar ainda mais, Amado
Oh, essa não!

Eu namorei
A filha do seu Grelino
O casamento marcado
Para a festa do divino
Um certo dia
O velho falou sentindo
Só posso vestir a noiva
Na colheita do pepino

Eu não quero mais pepino
Eu não quero mais pepino
Nem do grosso e nem do fino
Eu sofro do intestino
Deus o livre de pepino, Amado e Antônio
Eu não agüento mais pepino, Antônio
Agüenta sim, Amado, é pepino japonês
Então, eu güento

Esse legume
Tava me destrindo
Fiz exame, me operaro
Deram alta eu vinha vindo
Cheguei em casa
A mulher falou sorrindo
Me abraçou e disse
Benzinho, tem sopinha de pepino

Eu não quero mais pepino
Eu não quero mais pepino
Nem do grosso e nem do fino
Eu sofro do intestino
Deus o livre de pepino, Amado e Antônio
Eu não agüento mais pepino, muié, dá um pouco pro Antônio
Epa!chega esse trem pra lá
Então vou enfiá ele no meu borso
Antônio foi embora

12.169 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais