Paixão Violenta

Amado Batista

exibições 14.197

Ando, pela vida e pela sorte
Estou aqui, meu bem
Eu já andei todo canto
À procura de outro encanto
Porém não encontrei

Trago os mesmos defeitos de outrora
A mesma paixão violenta
Que, enciumada, vai à fora
Tenho a mesma escolha de amigos
Continuo vidrado nas pingas
Dos bares de ponta de rua

Eu amo cada vez mais modas caipiras
E voltei cá às mesmas mentiras
Se dormi com uma amiga sua

É que isso faz parte da vida
De um bicho normal
De um cara que tem seus defeitos
E suas virtudes

Aceite minhas atitudes
Confesso, eu adoro você
Sem você estou numa pior
E ainda por cima quem ama e curte desgosto
Não anda legal

Então, meu bem, não me rejeite
Me aceite do jeito que eu sou
Vamos juntos entrar numa boa
Superando as crises do amor

Andei, pela vida e pela sorte...
Estou aqui, meu bem!

Terra Música
feedback