Letras de músicas - Letras.mus.br

Ou Je Vais

Ooooh
Chanter,
Chanter pour se dessiner un monde
C'est pas si loin le temps
Où je m'en allais,
Errer, pour sentir les mélodies
Qui m'inondais d'espoir,
Je chantais pour oublier
Tapis dans l'ombre,
Tu me regardes dans les yeux
Me prends par la main,
Et me souris enfin,
D'un geste tu m'apaises
Et me réchauffe un peu
Je suis bien,
Mais est-ce vraiment ce que je veux ?

Mais qu'est-ce que j'ai fais ?
Où Je vais ?
Ce poème , est un Adieu à ce que j'étais.
Pourquoi moi ? Je ne sais pas
Quel est ce monde où Tu m'emmènes ?
Et je revois,
Le cours de ma vie
Je crains que rien ne sois plus pareil,
Mais je ne regrettes rien !
Non, je ne regrettes rien ...

Pleurer,
Pleurer, mes amis
Mes illusions,
Purifier derriére les murs d'une prison,
Dorer, mais garder l'envie,
Vivre ma passion
Qui sépare un écran de télévision,
Sortis de l'ombre,
Je te regardes dans les yeux,
Et je te sens si fragile
Dans ton châteaux d'argile,
D'un geste tu me nargues,
Et disparait un peu ainsi soit-il ...
Car c'est vraiment ce que je veux !

Mais qu'est-ce que j'ai fais ?
Où Je vais ?
Ce poème , est un Adieu à ce que j'étais.
Pourquoi moi ? Je ne sais pas
Quel est ce monde où Tu m'emmènes ?
Et je revois,
Le cours de ma vie
Je crains que rien ne sois plus pareil,
Mais je ne regrettes rien !
Oooh
Qu'est-ce qu'il m'arrive ?
Je dérives,
Et ce poème, est un Adieu à ce que j'étais.
Pourquoi moi ? Je ne sais pas
Tout ces délires, où tu m'emmènes !
Et je revois,
Le cours de ma vie
Je crains que rien ne sois plus pareil,
Mais je ne regrette rien !
Oooooh

Non, Je ne regrettes rien ...

Onde Eu Vou

Ooooh
Cante,
Cante para desenhar um mundo
Tão distante não é o momento
Onde gostaria de ir,
Passear, sentir as melodias
Que inundaram-me com a esperança,
Eu cantei a esquecer
Que espreita nas sombras,
Você me olhar nos olhos
Me levar pela mão,
E sorri, finalmente,
Um gesto que me acalmar
E aquece-me um pouco
Que eu sou,
Mas este é realmente o que eu quero?

Mas o que eu faço?
Onde eu vou?
Este é um poema de despedida para o que eu estava.
Por que eu? Eu não sei
O que é este mundo, onde você está me levando? "
E eu me lembro,
O curso da minha vida
Eu tenho medo que não pode deixar de ser o mesmo,
Mas me arrependo de nada!"
Não, eu não lamento nada ...

Chorando,
Chorando, meus amigos,
Minhas ilusões,
Purifica por trás dos muros da prisão,
Dourada, mas manter o desejo,
A minha paixão
Entre uma tela de televisão,
Fora das sombras,
Eu vou olhar nos olhos,
E Eu me sinto tão frágil
Em seus castelos de barro,
Um gesto que me provocam,
E desaparece um pouco assim seja ...
Porque isso é realmente o que eu quero!

Mas o que eu faço?
Onde estou eu?
"Este é um poema de despedida para o que eu estava
Por que eu? Eu não sei
O que é este mundo, onde você está me levando?
"E eu me lembro,
O curso da minha vida
Eu tenho medo que não pode deixar de ser o mesmo,
Mas me arrependo de nada
Oooh
O que está acontecendo comigo?
Eu vagueio,
E este poema é uma despedida para o que eu era.
Por que eu? Eu não sei
Todas essas ilusões, onde você está me levando!
E eu me lembro,
O curso da minha vida
Eu temo que nada seja mais como era,
Mas eu não me arrependo de nada!
Oooooh

Não, eu não lamento nada ...

Composição: Amel Bent / Jérôme Sebag / Tunisiano · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Raissa
Traduzida por Mariana
Legendado por Marco Antonio
  • Original
  • Legenda
  • Cifra
  • Ouvir música
  • Fotos
  • Vídeos
  • Imprimir
  • Corrigir Tradução
  • Enviar letra para...
15.574 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais