Gira, Gira

Antônio Marcos

exibições 1.266

Tem dias,
Em que eu me acordo cedo
E fico louco de medo
Quando eu me olho no espelho,
Meu rosto fica vermelho,
Porém teu corpo me aquece!
Me atiro no olho da rua,
Pois no meio do povo
A gente esquece!

Tem noites,
Quando eu me deito aceso,
Meu sono parece um peso,
Que há muito,
Eu tirei das costas,
Sem rimas e sem respostas!
E o mundo me seja leve,
E quem tarda seja breve
No canto que a lua inspirar...

A nossa vida gira, gira, gira, gira, gira,
A nossa vida gira, gira, gira, gira, gira,
E a nossa vida, como o mundo,
Gira, gira, gira....
E gira!

Tem dias,
Em que eu me acordo cedo
E fico louco de medo,
Quando eu me olho no espelho,
Meu rosto fica vermelho,
Porém teu corpo me aquece!
Me atiro no olho da rua,
Pois no meio do povo
A gente esquece!

Tem noites,
Quando eu me deito aceso,
Meu sono parece um peso,
Que há muito,
Eu tirei das costas,
Sem rimas e sem respostas!
E o mundo me seja leve,
E quem tarda seja breve
No canto que a lua inspirar...

E a nossa vida gira, gira, gira, gira, gira,
E nossa vida gira, gira, gira, gira, gira,
E a nossa vida, como o mundo, gira, gira, gira.
A nossa vida gira, gira, gira, gira, gira,
A nossa vida, como o mundo, gira, gira, gira,
A nossa vida...


Obs.: Álbum de 1978.
Letra inédita na net.

Terra Música
feedback