Anger and Apathy

I've tried to find reconciliation behind the walls of those whose hatred burns
For I find it easier to reach someone who still feels
Than to make amends with passionless apathy
Where all lines are the same a portrait cannot be made

I need to burn inside. I need to know that you are alive

I need to know that feelings of discontent are stronger
Than indifference for those too weak to stand

Like a colorless sky over a sea of nothingness
Hatred faces its enemies while apathy strikes furtively

I need to burn inside. I need to know that you are alive

I need to know that feelings of discontent are stronger
Than indifference for those too weak to stand
I need to know that feelings of discontent are stronger
Than indifference for those too weak to stand...

Until our anger burns against injustice, we will create
The faceless by dismissing those forced to concede

Many of us have turned off the light outside, erasing what exists beyond our front door
And for you I find it harder to reach common ground than my most glaring opposition
But what about those who've lost the luxury of choice?
...Striving for identity, buried by our lack of interest, souls marked as mere history
How much grievance will it take to awaken us?

I need to know that feelings of discontent are stronger
Than indifference for those too weak to stand
I need to know that feelings of discontent are stronger
Than indifference for those too weak to stand...

How much grievance will it take to awaken us from the comfort of our homes?
...The comfort of our oversized graves

I've tried to find reconciliation... I've tried to find reconciliation...


Raiva e Apatia

Eu tentei encontrar reconciliação atrás das paredes daqueles cujo ódio queima
Para encontrar, é mais fácil atingir alguém que ainda sente
Do que compensar com apatia desapaixonada.
Onde todas as linhas são as mesmas um retrato não pode ser feito

Eu preciso queimar por dentro. Eu preciso saber que você está vivo

Eu preciso saber que os sentimentos de descontentamento são mais fortes
Do que a indiferença para aqueles fracos demais para ficar em pé

Como um céu incolor sobre um mar de nada
Ódio enfrenta seus inimigos enquanto apatia ataca furtivamente

Preciso queimar por dentro. Eu preciso saber que você está vivo

Eu preciso saber que os sentimentos de descontentamento são mais fortes
Do que a indiferença para aqueles fracos demais para ficar em pé
Eu preciso saber que os sentimentos de descontentamento são mais fortes
Do que a indiferença para aqueles fracos demais para ficar...

Até a nossa indignação contra a injustiça queima, vamos criar
O rosto, descartando aqueles que são forçados a admitir

Muitos de nós desligamos a luz exterior, apagando o que existe do outro lado da fachada
E para você que eu achar que é mais difícil de alcançar do solo do que a minha mais brilhante oposição
Mas que sobre aqueles que perderam o luxo de escolha?
Esforçando-se para a identidade, enterrada pela nossa falta de interesse, almas marcadas como mera história
Quanta queixa que vai demorar para nos acordar?

Eu preciso saber que os sentimentos de descontentamento são mais fortes
Do que a indiferença para aqueles fracos demais para ficar em pé
Eu preciso saber que os sentimentos de descontentamento são mais fortes
Do que a indiferença para aqueles fracos demais para ficar...

Quantas queixas que vai demorar para despertar-nos
Do conforto de nossas casas?

Eu tentei encontrar reconciliação.... Eu tentei encontrar reconciliação...

Composição: As I Lay Dying / Tim Lambesis · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Diego
Traduzida por Denise
6.373 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais