Letras de músicas - Letras.mus.br

A construção do Tabernáculo

Atilano Muradas

O meu nome é Bezalel e meu amigo Aoliabe,
Ele é da tribo de Dã, eu da tribo de Judá.
O Espírito de Deus nos encheu de habilidade,
De inteligência e conhecimento pra gente trabalhar.

Fomos nós que contruímos o tabernáculo do Senhor
Com ajuda de outros homens que o Senhor capacitou.
Moisés desceu do monte com a ordem do Senhor,
Pediu ofertas ao povo, todo mundo ofertou:

Madeira de acácia, ouro, prata, bronze, aromas, linho fino,
Pedras de engaste e de ônix, azeite para iluminação,
Estôfo azul, roxo, vermelho, peles de animais marinhos,
Pêlos de cabra e de carneiro; o povo trouxe de coração.

Moisés nos entregou todo aquele material
Foi preciso até pedir cessar oferta voluntária.
Como ordenara o Senhor, era preciso fazer igual.
Começamos pela Arca de madeira de acácia.

De comprimento um metro e quinze; por dentro e por fora de ouro puro.
Setenta centímetros de autura e de largura também.
Em cada um dos quatro cantos uma argola de ouro puro
Por onde passavam as varas cobertas de ouro também.

Fizemos, então, o propiciatório, coberta que a arca fechava,
De mesma largura e comprimento, com dois querubins em cima.
Tudo feito de ouro puro, como Deus nos ordenava,
Depois a mesa de ouro com os utensílios em cima.

O Candelabro nós fizemos de ouro puro batido,
Seis hastes, três de cada lado, com três cálices em cada.
Dez cortinas nós tecemos de estôfo e linho retorcido,
Depois mais onze cortinas de pêlos de cabra.

Com quarenta e oito tábuas as paredes foram feitas,
Quinze metros de comprimento, quatro e meio de largura.
De estôfo foi tecido um véu com querubins de enfeite,
Sustentado por colchetes nas colunas de estrutura.

Depois o Átrio foi erguido, cinquenta metros por vinte e cinco,
Com cinquenta e seis colunas envolvendo a construção.
Dos espelhos das mulheres fundimos a pia de bronze.
De excelente especiaria fizemos o óleo da unção.

De obra de perfumista, o incenso sagrado;
Quem fizesse igual pra si seria do povo eliminado.
Obedecendo a Deus, trouxemos azeite puro de oliveira
Para o candelabro, a arca, iluminar a noite inteira.

Para incenso e holocausto, dois altares de madeira.
Depois com duas ombreiras, a Estola Sacerdotal;
O Manto da Estola, a Túnica, a Mitra e o Cinto;
'Luz e verdade' ( Urim, Tumim ), pusemos no peitoral.

Consagrou-se a obra feita e também os Sacerdotes.
Fizemos tudo exatamente como o Senhor tinha ordenado.
Levantou-se o Tabernáculo, 'sombra das coisas do céu',
Simbolizando a presença de Deus do nosso lado.
Simbolizando a presença de Deus no nosso meio.
Simbolizando a presença de Deus do nosso lado.

O meu nome é ...

Composição: Atilano Muradas · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Maria
1.509 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais