Pinto Papudo

Baitaca

exibições 3.774

Tô mal e fraco é o peso da idade
Virado num caco já tô pangaré
Tô mal e fraco é o peso da idade
Virado num caco, já tô pangaré

Faço simpatia, tomo xaropada
Quase me arrebento pra ficar de pé
Eu froxo os quarto, me dá tremedeira
Fico me babando se vejo "muié"

Que coisa braba meu compadre "véio"
Meu pinto papudo, tô perdendo a fé
Deito borracho, não posso dormir
Pra coçá a sarna, minha véia me chama
Deito borracho, não posso dormir
Pra coçá a sarna, minha véia me chama
Pensei comigo,vou adular ela,
Vou coçar a véia e caio da cama

Meu Deus do céu o que que eu vou fazer
Assim desse jeito não dá pra ficar
Meu Deus do céu o que que eu vou fazer
Assim desse jeito não dá pra ficar
Me disse o doutor, que eu já tô pifado
Uma curandeira me fui consultar
Mamica de cadela, nó de cachorro
Ferveu com angú e me mandou tomar
A carcaça véia levantou do chão
E o pinto papudo não quis levantar

Deito borracho, não posso dormir
Pra coça a sarna, minha véia me chama
Deito borracho, não posso dormir
Pra coça a sarna, minha véia me chama
Pensei comigo,vou adular ela
Vou coçar a véia e caio da cama

A pobre da véia se desesperou
Agarrou os apareio e se foi lá pra sanga
A pobre da véia se desesperou
Agarrou os apareio e se foi lá pra sanga
O que era cabelo a véia arrancou tudo
Cortou a saia dela e fez uma tanga
Fez uma gemada de acordar defunto
Bago de burro, miolo de porco
Pinto papudo parecia bêbado
Erguia a cabeça e caia de novo
Pinto papudo parecia bêbado
Erguia a cabeça e caia de novo

Deito borracho, não posso dormir
Pra coça a sarna, minha véia me chama
Deito borracho, não posso dormir
Pra coça a sarna, minha véia me chama
Pensei comigo,vou adular ela
Vou coçar a véia e caio da cama

0 comentários
Terra Música feedback