Letras de músicas - Letras.mus.br

Mesa de Bar

Banda 100 Parêa

Tô na mesa de um bar, bebendo cachaça e ligando pra ela,
Louco, apaixonado e chorando por ela,
Que não me atende e nem abre a janela,
Tô na mesa de um bar, e daqui só saio quando ela atender,
Arreia a cerveja que eu quero beber,
Pra viver sem ela eu prefiro morrer...

Eu sou do nordeste, sou caba da peste e não posso negar,
Mais conheci alguém, e cai na besteira de me apaixonar,
Entreguei pra ela o cavalo e a sela, e a chave da porteira,
Em trinta segundos eu te dei o mundo, a minha vida inteira...

Mas tal vez achando pouco, ela me abandonou,
Alegando que vaqueiro é bicho sem amor,
Juro que não resisti ao golpe com certeiro,
Mas um dia ela vai aprender a respeitar vaqueiro...

Eu tô na mesa de um bar , bebendo cachaça e ligando pra ela,
Louco, apaixonado e chorando por ela,
Que não me atende nem abre e janela,
Eu tô na mesa de um bar, e daqui só saio quando ela atender,
Arreia a cerveja que eu quero beber,
Pra viver sem ela eu prefiro morrer...

  • Enviar legenda
  • Cifra
  • Ouvir música
  • Fotos
  • Vídeos
  • Imprimir
  • Corrigir
  • Enviar letra para...
4.592 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais