From The Pagan Vastlands

Behemoth

exibições 2.119

From The Pagan Vastlands

From the land which hasn?t enter yet
Into the history
From the depths of swamps we are bringing
Proudly our name
At night, kissing the moonlight -
- rebel children living in twilight
Like wolves...
... some named us so...
Union with people from the sign
Of the half-moon
To crush the golden walls of
Earthly heaven,
To strangle the pestilence...
To the lands of the mighty Empire
Others even think about with fear
We invaded a state with sword
In our hands
Roma means nothing
In the land of Slavs !
Today forests sing about the legend,
Long forgotten spirits
Whose names nobody remembers now
Waiting their day to reborn
Their visions of the past
Are torturing our souls
Whispering in the dark...
... they will come here again
To reign supreme
Believe my words...
From unremembrance
From Fire and Water
From the sacred woods
Ancient Wolves gather
From the burnt Arkona
... From the Pagan Vastlands !
Black horse rides across the sky
With a sword we will open the amber gates of Nawia
Dzieci Svantevitha nienawidza Chrystusa !!!
Dzieci Svantevitha nienawidza boga-krzyza !!!

Das vastas terras pagãs

Da terra que tem não participado ainda na história
Das profundidades dos pântanos nós estamos trazendo orgulhosos nosso nome
Na noite, beijando a luz da lua - as crianças rebeldes que vivem no crepúsculo
como lobos…
…alguns nos nomearam assim…

União com os povos do sinal da meia lua
Para esmagar as paredes douradas do céu terrestre,
Para estrangular a pestilência… às terras do império poderoso
Outros mesmo pensam aproximadamente com medo
que nós invadimos um estado com a espada
em nossas mãos
Roma não significa nada
Na terra dos eslavos!

Hoje as florestas cantam sobre a lenda,
espíritos ancestrais esquecidos
De que nomes ninguém mais recorda
esperar seu dia a renascido

Suas visões do passado
Estão torturando nossas almas
Sussurrar no escuro… … virão aqui outra vez
Para reinarem supremo
Acredite em minhas palavras…

Do que nunca foi lembrado
do fogo e da água
dos lobos antigos
das madeiras sagradas, recolhidas
Do Arkona queimado … Das Vastas terras pagãs!
Passeios do cavalo negro através do céu
Com uma espada nós abriremos as portas ambarinas de Nawia

Dzieci Svantevitha nienawidza Chrystusa !!!
Dzieci Svantevitha nienawidza boga-krzyza !!!

0 comentários
Terra Música feedback