Velho, Profissão Esperança

Benito Di Paula

exibições 3.004

Que tal,a gente tentar
Sorrir e beijar seu rosto,
Abraçá-lo bem forte e dizer
Que bom a gente ter você.

Que tal a gente tentar
Contar-lhe uma piada,
fazer do dia-dia uma festa
Pra quem já cumpriu a jornada.

É hora de pedir desculpas,
Por isto ou por mais aquilo,
Mudar de vez pra azul
O cinza do asilo.

Dizer: meu velho
Eu nunca esqueci de você.
Eu sei que ele, sorrindo
Vai perdoar e chorar.

E ao receber um abraço
vai ficar encabulado.
Nós não devemos deixar, nunca mais
Um velho abandonado.
Nós não devemos deixar, nunca mais
Um velho abandonado

0 comentários
Terra Música feedback