Tua Batata Tá Assando

Bezerra da Silva

exibições 11.032

Se quiser falar de mim, que fale agora.
Não deixe eu virar as costas, pra jogar conversa fora.

E sei perfeitamente bem que você fala de mim rasgado.
Diz que eu cheiro cocaína e fumo maconha adoidado.

Não satisfeito ainda disse
que eu toco qualquer embalo,
e também já fui até avião
quando morei no meu Morro do Galo.

Se quiser falar de mim, que fale agora.
Não deixe eu virar as costas, pra jogar conversa fora.

E sua monstruosa inveja, não deixa você crescer.
Meu sucesso permanente, ele incomoda muito a você.

O que vem debaixo não me atinge, porque eu sou um cidadão de bem.
Você me detona na minha ausência, é porque muito respeito me tem.

Olha aí,
Se quiser falar de mim, que fale agora.
Não deixe eu virar as costas, pra jogar conversa fora.

Olha aqui seu canalhocrata, preste bem atenção no que eu estou falando:
Você não perde por esperar, a tua batata tá assando.
Você falou de mim o que bem quis,
não fui na polícia seu cara-de-bode.
Quero ver se você vai fazer o mesmo,
quando eu lhe der um tremendo sacode.

Olha aí,
Se quiser falar de mim, que fale agora.
Não deixe eu virar as costas, pra jogar conversa fora.

Olha aí,
Se quiser falar de mim, que fale agora.
Não deixe eu virar as costas, pra jogar conversa fora.

Se quiser falar de mim, que fale agora.
Não deixe eu virar as costas, pra jogar conversa fora.

Olha aí,
Se quiser falar de mim, coisa ruim, que fale agora.
Não deixe eu virar as costas, pra jogar conversa fora.

0 comentários
Terra Música feedback