Canudo de Ouro

Bezerra da Silva

exibições 25.495

Embecado numa rica batina
Na porta da igreja o vigário ficava
Rezando bem alto a missa em latim
Pra não dar na pinta o que ele transava

Todos que ali passavam
Se admiravam da sua oração
Mas a reza do padre só fazia milagre
Para quem entendia aquela transação (2x)

Dentro da igreja o padre era um santo
Das 6 da matina até o meio-dia
Mas debaixo da sua batina
Cheia de flagrante que só Deus sabia

O crucifixo que o padre usava
Era um tremendo canudo de ouro
Só quem sabia do significado
Desembolsava logo o dinheiro do couro

Pro azar do padreco
Pintou um dedo de seta
O computador do capeta manjava o latim
Ligou as antenas e pegou a mensagem
Que foi traduzida e dizia assim:

"Quem quiser cafungar ou dá dois
Vai na sacristia com o sacristão
Mas leve em dólar que a coisa é da boa
Porque com o cruzeiro não tem transação."

Rapidinho o radar
Na maior covardia o padreco vendeu
Os federais grampearam o vigário
Vendendo o bagulho na casa de Deus

Mas seu advogado
Que o direito penal muito entende
Fez uma petição clamando ao juiz:
"Doutor, perdoa que ele não sabe o que vende"

Terra Música
feedback