Visions of Johanna

Bob Dylan

exibições 15.141

Visions of Johanna

Ain't it just like the night to play tricks when you're tryin' to be so quiet?
We sit here stranded, though we're all doin our best to deny it
And Louise holds a handfull of rain, tempting you to defy it
Lights flicker from the opposite loft
In this room the heat pipes just cough
The country music station plays soft
But there's nothing really nothing to turn of
Just Louise and her lover so entwined
And these visions of Johanna that conquer my mind.

In the empty lot where the ladies play blindman's bluff with the key chain
And the all-night girls they whisper of escapades out on the D-train
We can hear the night watcman click his flashlight
Ask himself if it's him or them that's really insane
Louise she's all right she's just near
She's delicate and seems like the mirror
But she just makes it all too concise and too clear
That Johanna's not here
The ghost of electricity howls in the bones of her face
Where these visions of Johanna have now taken my place.

Now, little boy lost, he takes himself so seriously
He brags of his misery, he likes to live dangerously
And when bringing her name up
He speaks of a farewell kiss to me
He's sure got a lotta gall to be so useless and all
Muttering small talk at the wall while I'm in the hall
Oh, how can I explain ?
It's so hard to get on
And these visions of Johanna they kept me up past the dawn.

Inside the museums, Infinity goes up on trial
Voices echo this is what salvation must be like after a while
But Mona Lisa musta had the highway blues
You can tell by the way she smiles
See the primitive wallflower freeze
When the jelly-faced women all sneeze
Hear the one with the mustache say, "Jeeze
I can't find my knees"
Oh, jewels and binoculars hang from the head of the mule
But these visions of Johanna, they make it all seem so cruel.

The peddler now speaks to the countess who's pretending to care for him
Saying, "Name me someone that's not a parasite and I'll go out and say a prayer for him"
But like Louise always says
"Ya can't look at much, can ya man "

As she, herself prepares for him
And Madonna, she still has not showed
We see this empty cage now corrode
Where her cape of the stage once had flowed
The fiddler, he now steps to the road
He writes ev'rything's been returned which was owed
On the back of the fish truck that loads
While my conscience explodes
The harmonicas play the skeleton keys and the rain
And these visions of Johanna are now all that remain

Visões de Johanna

Esta não é apenas como a noite de fazer truques quando você tenta ficar sossegado?
Nós sentamos aqui naufragados, apesar de nós todos fazermos o melhor para negar isto.
E Louise agarra um punhado de chuva, tentando-te a desafiar a chuva.
Luzes piscam do apartamento oposto
Nesse quarto, os cachimbos apenas fumaçam.
A estação de música Country toca suavemente.
Mas não há nada, realmente nada para desligar
Apenas Louise e seu amante bem entrelaçados.
E essas visões de Johanna que conquistam minha mente.

No galpão vazio onde as damas brincam de "cabra cega" com o molho de chaves.
E as garotas da noite, elas sussurram sobre as escapadas no trem "D".
Nós podemos ouvir o vigilante da noite acender sua lanterna
A se perguntar se é ele ou se são elas que estão loucas.
Louise, ela está bem, ela está por perto,
Ela é delicada e se parece com o espelho
Mas ela faz isso tudo tão conciso e tão evidente
Que Johanna não está aqui.
O fantasma da eletricidade uiva nos ossos de seu rosto
Onde as visões de Johanna agora tomaram meu lugar

Agora, garotinho perdido, ele leva a si mesmo tão a sério
Ele se vangloria de sua miséria, ele gosta de viver perigosamente
e quando menciono o nome dela
Ele fala de um beijo de despedida para mim
Ele certamente tem muito atrevimento para ser tão inútil
Murmurando comentários sem importância do lado de fora enquanto eu já estou dentro da sala
Como eu posso explicar?
Oh, isso é tão difícil de entender.
E essas visões de Johanna, elas me mantem acordado, passado o amanhecer.

Dentro dos museus, o infinito vai a julgamento.
Vozes ecoam, isto é o que a salvação deve ser no final.
Porém Mona Lisa deve ter o 'highway blues'.
Você pode dizer pelo jeito que ela sorri.
Olhe a flor de parede rudimentar congelar
Quando a mulher com cara de geléia espirra
Escute a com bigode dizer: "Jesus,
eu não consigo encontrar meus joelhos"
Oh, jóias e binóculos pendem da cabeça da mula
Porém essas visões de Johanna, elas fazem isso tudo parecer tão cruel.

O vendedor ambulante agora fala com a condessa, que finge se importar com ele
Dizendo, "Diga-me o nome de alguém que não é um parasita e eu sairei e falarei uma oração por ele"
Mas como Louise sempre diz:
"Você não pode olhar tanto, pode, cara?"

Ao passo que ela, ela mesmo, se prepara para ele
E Madonna, ela ainda não se apresentou
Nós vemos essa cela vazia agora corroer
Onde sua capa de palco uma vez fluíra
O violinista, ele agora segue para a estrada
Ele escreve 'tudo foi devolvido o que era devido'
Na traseira de um caminhão de peixe que está sendo carregado
Enquanto minha consciência explode
As gaitas tocam as chaves-mestre e a chuva
E essas visões de Johanna são agora tudo que sobra.

Terra Música
feedback