America The Beautiful

Bon Jovi

exibições 10.044

America The Beautiful

O beautiful for spacious skies
For amber waves of grain
For purple mountain majesties
Above the fruited plain!
America! America!
God shed his grace on thee
And crown thy good with brotherhood
From sea to shining sea!

O beautiful for pilgrim feet
Whose stern impassioned stress
A thoroughfare for freedom beat
Across the wilderness!
America! America!
God mend thine every flaw
Confirm thy soul in self-control
Thy liberty in law!

O beautiful for heroes proved
In liberating strife
Who more than self the country loved
And mercy more than life!
America! America!
May God thy gold refine
Till all success be nobleness
And every gain divine!

O beautiful for patriot dream
That sees beyond the years
Thine alabaster cities gleam
Undimmed by human tears!
America! America!
God shed his grace on thee
And crown thy good with brotherhood
From sea to shining sea!

O beautiful for halcyon skies
For amber waves of grain
For purple mountain majesties
Above the enameled plain!
America! America!
God shed his grace on thee
Till souls wax fair as earth and air
And music-hearted sea!

O beautiful for pilgrims feet
Whose stem impassioned stress
A thoroughfare for freedom beat
Across the wilderness!
America! America!
God shed his grace on thee
Till paths be wrought through
Wilds of thought
By pilgrim foot and knee!

O beautiful for glory-tale
Of liberating strife
When once and twice
For man's avail
Men lavished precious life!
America! America!
God shed his grace on thee
Till selfish gain no longer stain
The banner of the free!

O beautiful for patriot dream
That sees beyond the years
Thine alabaster cities gleam
Undimmed by human tears!
America! America!
God shed his grace on thee
Till nobler men keep once again
Thy whiter jubilee!

América, a Bela

Ó bela, pelo céu amplo
Pelas ondas ambarinas de grãos
Pelas montanhas majestosas púrpuras
Sobre a planície de frutos
América! América!
Deus derramou Sua graça em ti
E coroou teu bem com fraternidade
De mar a reluzente mar

Ó bela para os pés do peregrino
Cujo estresse severo apaixonado
Uma via para o som da liberdade
Através do deserto!
América! América!
Deus conserta-te cada falha
Confirme a tua alma em auto-controle
Tua liberdade na lei!

Ó bela para os heróis que provaram
Na luta libertadora
Quem mais do que a si mesmos amaram o país
E misericórdia mais que vida!
América! América!
Que Deus o teu ouro refine
Até que todo o sucesso seja nobre
E cada ganho divino!

Ó bela, pelo sonho patriótico
Que vê além dos anos
Tuas cidades alabastrinas reluzir
Sem se toldar por lágrimas humanas!
América! América!
Deus derramou Sua graça em ti
E coroou teu bem com fraternidade
De mar a reluzante mar

Ó bela de céus agradáveis
De ondas âmbar de grãos
De majestades da montanha lilás
Acima da planície esmaltada!
América! América!
Deus derramou sua graça sobre ti
Até almas justas, como terra e ar
E mar de música de coração!

Ó bela para os pés do peregrino
Cujo estresse severo apaixonado
Uma via para o som da liberdade
Através do deserto!
América! América!
Deus derramou sua graça sobre ti
Até caminhos que foram traçados
Selvagens de pensamento
Por pé e joelho peregrino!

Ó bela por conto de glória
De luta libertadora
Quando uma vez e duas vezes
Para proveito do homem
Homens esbanjaram preciosa vida!
América! América!
Deus derramou sua graça sobre ti
Até ganho egoísta não mancha
A bandeira da liberdade!

Ó bela, pelo sonho patriótico
Que vê além dos anos
Tuas cidades alabastrinas reluzir
Sem se toldar por lágrimas humanas!
América! América!
Deus derramou Sua graça em ti
Até os homens mais nobres mantêm mais uma vez
Teu branco jubileu!

Terra Música
feedback