Vete de Mi

Caetano Veloso

exibições 12.917

Vete de Mi

Tú, que llenas todo de alegría y juventud
Que ves fantasmas en la noche de trasluz
Y oyes el canto perfumado del azul
Vete de mí

No te detengas a mirar
Las ramas muertas del rosal
Que se marchitan sin dar folr
Mira el paisaje del amor
Que és la razón para soñar y amar

Yo, que ya he luchado contra toda la maldad
Tengo las manos tan desechas de apretar
Que ni te puedo sujetar
Vete de mí

Seré en tú vida lo mejor
De la neblina del ayer
Cuándo me llegues a olvidar
Como és mejor el verso aquél
Que no podemos recordar

Se Afaste de Mim

Você, que enche tudo de alegria e juventude
Que vê fantasmas nos reflexos da noite
E você ouve o canto perfumado do azul
Se afaste de mim

Não se apegue a olhar
As ramas mortas do rosal
Que murcham sem dar flor
Veja a paisagem do amor
Que é a razão para sonhar e amar

Eu que já lutei contra toda maldade
Tenho as mãos tão desejosas de apertar
Que nem te posso prender
Se afaste de mim

Serei em sua vida o melhor
Da neblina do ontem
Quando chegar a me esquecer
Como é melhor aquele verso
Que não podemos recordar

Composição: Homero Aldo Expósito / Virgilio Exposito · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por poara, Traduzida por Sirinx
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.
Terra Música feedback