J'irai Où Tu Iras

Céline Dion

exibições 5.095

J'irai Où Tu Iras

hez moi les forets se balancent
Et les toits grattent le ciel
Les eaux des torrents sont violence
Et les neiges sont eternelles
Chez moi les loups sont a nos portes
Et tous les enfants les comprennent
On entend les cris de New York
Et les bateaux sur la Seine

Va pour tes forets tes loups tes gratte-ciel
Va pour tes torrents tes neiges eternelles
J'habite ou tes yeux brillent ou ton sang coule
Ou des bras me serrent

J'irai ou tu iras, mon pays sera toi
J'irai ou tu iras qu'importe la place
Qu'importe l'endroit

Je veux des cocotiers des plages
Et des palmiers sous le vent
Le feu du soleil au visage
Et le bleu des oceans
Je veux des chameaux des mirages
Et des deserts envoutants
Des caravanes et des voyages comme sur les depliants

Va pour tes cocotiers tes rivages
Va pour tes lagons tout bleu balancant
J'habite ou l'amour est un village
La ou l'on m'attend

J'irai ou tu iras, mon pays sera toi
J'irai ou tu iras qu'importe la place
Qu'importe l'endroit

Prends tes clic et tes clac et tes reves et ta vie
Tes mots, tes tabernacles et ta langue d'ici
L'escampette et la poudre et la fille de l'air
Montre-moi tes edens montre-moi tes enfers
Tes nord et puis tes sud et tes zestes d'ouest

Chez moi les forets se balancent
Et les toits grattent le ciel
Les eaux des torrents sont violence
Et les neiges sont eternelles
Chez moi les loups sont a nos portes
Et tous les enfants les comprennent
On entend les cris de New York
Et les bateaux sur la Seine

Qu'importe j'irai ou bon te semble
J'aime tes envies j'aime ta lumiere
Tous les paysages te ressemblent
Quand tu les eclaires

J'irai ou tu iras, mon pays sera toi
J'irai ou tu iras qu'importe la place
Qu'importe l'endroit

Eu Vou Onde Você For

No meu mundo as florestas balançam
E os telhados raspam o céu
As águas das torrentes são violentas
E a neve é eterna
No meu mundo os lobos estão na nossa porta
E todas as crianças os entendem
Nós ouvimos os gritos de Nova Iorque
E os barcos no Seine

Vá por tuas florestas; seus lobos; seus arranha-céus
Vá por tuas torrentes de neve eterna
Eu vivo onde seus olhos brilham; onde seu sangue corre
Onde os braços me abraçam forte

Eu vou onde você for, meu país será você
Eu vou onde você for, não importa o lugar
Não importa o ponto

Eu quero os cocos das praias
Das palmeiras sob o vento
O sol queima meu rosto
E o oceano é azul
Eu quero camelos das miragens
E o envolvente deserto
Das caravanas e das viagens como nos papeis

Vá pelos cocos das praias
Vá por teus lagos todo azul balançando
Eu vivo onde o amor é uma aldeia
Lá onde ele me espera

Eu vou onde você for, meu país será você
Eu vou onde você for, não importa o lugar
Não importa o ponto

Pegue tudo que você tem, sua cama; seus sonhos; sua vida
Suas palavras, suas juras e a sua linguagem daqui
O Escampette e o pó e a menina do ar
Me mostre o paraíso, me mostre o inferno
Seu norte, seu sul e a sua casca do oeste

No meu mundo as florestas balançam
E os telhados raspam o céu
As aguas das torrentes são violentas
E as neves são eternas
No meu mundo os lobos estão na nossa porta
E todas as crianças os compreendem
Nós ouvimos os gritos de Nova Iorque
E os barcos no Seine

O que me importa é ir onde você aparecer
Eu gosto de seus desejos; eu gosto da sua luz
Todas as paisagens parecem você
Quando você as acendem

Eu vou onde você for, meu país será você
Eu vou onde você for, não importa o lugar
Não importa o ponto

Terra Música
feedback