De Carona Com a Saudade

Chico Rey e Paraná

exibições 22.911

Ouvindo o vento a caminhar sobre o telhado
Ando no quarto apalpando objetos
Contorno móveis testemunhas de um passado
Que foi tão lindo e tão cheio de afeto

E a cidade pela noite agasalhada
Dorme em silêncio embrulhada em seu clarão
Meu desespero aumenta pela madrugada
A noite tampa o olho e abre o coração

Um cheiro forte exala do cinzeiro cheio
Igual um tonto eu ando em meio à fumaça
Que lentamente encaracola pelo meio
Da claridade que é filtrada lá da praça

Saio de casa de carona com a saudade
Que mais aumenta a esperança e a ilusão
De encontrar em algum ponto da cidade
Alguém que abrigue o meu pobre coração

Mas é inútil a minha louca procura
Se a noite escura
Não tampa a grande verdade
Perdi pra sempre o grande amor da minha vida
Por isso eu ando
De carona com a saudade

Terra Música
feedback