Poema Sertanejo

Chitãozinho & Xororó

exibições 10.577

Ah! se eu pudesse
Dedicaria ao meu sertão mais uma prece
Ah! mas não precisa não
Lá já existe a mais bonita oração

O sol desponta docemente nas montanhas
Tingindo em ouro os verdes solos das colinas
A névoa branca submerge das entranhas
Na terra virgem da pureza das campinas

E o riacho entoando morro abaixo
E o canto lindo de um poema sertanejo
A viola nos seus versos que consola
Este meu peito ansioso de desejo

Ah! se eu pudesse
Dedicaria ao meu sertão mais uma prece
Ah! mas não precisa não
Lá já existe a mais bonita oração

Cai o orvalho derramando as suas lágrimas
Por uma noite mal dormida menos fria
O rouxinol lamenta triste a suas mágoas
Gorjeando a mais dolente melodia

E o sertanejo bem nutrido louva à Deus
As suas plantas bem crescidas e vistosas
Aqui só falta um alguém nos dias meus
Para deixar a minha vida cor-de-rosa

Ah! se eu pudesse
Dedicaria ao meu sertão mais uma prece
Ah! mas não precisa não
Lá já existe a mais bonita oração
Lá já existe a mais bonita oração
Lá já existe a mais bonita oração

0 comentários
Terra Música feedback