Can't connect to MySQL server on '1srint' (99) - SELECT IFNULL((SELECT totalhits FROM views_musicas_pt WHERE id_musica = 1818473), 0) AS totalhits_pt , IFNULL((SELECT totalhits FROM views_musicas_es WHERE id_musica = 1818473), 0) AS totalhits_es - Can't connect to MySQL server on '1srint' (99) - SELECT c.nome_compositor FROM conteudo.compositores_musicas cm INNER JOIN conteudo.compositores c ON cm.id_compositor = c.id WHERE cm.id_musica_letras = 1818473 - Can't connect to MySQL server on '1srint' (99) - SELECT id_traducao,id_idioma,letra,nome,totalhits FROM musicas_traducoes WHERE id_musica = 1818473 - Can't connect to MySQL server on '1srint' (99) - SELECT pc.id as id_colaborador, pc.nome, pc.nickname as nome_colaborador FROM colaboradores as colab INNER JOIN promocoes.cadastros as pc ON(pc.id = colab.id_usuario) WHERE id_musica= 1818473 LIMIT 1 - Can't connect to MySQL server on '1srint' (99) - SELECT nome, letra, id_idioma, id_traducao_google FROM musicas_traducoes_google mtg WHERE id_musica = 1818473 - Can't connect to MySQL server on '1srint' (99) - SELECT l.id_video, l.id_legenda, mt.id_idioma, l.id_traducao,l.id_usuario,pc.nickname as nome_colaborador FROM legendas as l INNER JOIN promocoes.cadastros as pc ON(pc.id = l.id_usuario) LEFT JOIN musicas_traducoes mt ON (mt.id_traducao = l.id_traducao) WHERE l.id_musica= 1818473 LIMIT 50 - Can't connect to MySQL server on '1srint' (99) - SELECT DISTINCT(m.id_video) as id_video FROM letras.musicas_thumbs m WHERE m.id_musica = 1818473 AND m.ativo=1 ORDER BY m.id_thumb DESC - COMPONDO OS ARREIOS - Cristiano Quevedo | Letras.mus.br

Compondo Os Arreios

Cristiano Quevedo

As vezes o tempo se fecha pra gente
E o que era certeza se torna ilusão
O pingo judiado não quer mais lonjuras
E os rumos cansados não tem direção
É hora dos sonhos ganharem o mundo
Transpondo fronteiras do próprio destino
O homem não deve ceder aos tropeços
Pois quem vence as pedras aprende o caminho
Aprende o caminho

Refrão:
Quem vem pela estrada por vezes repara
Que a vida anda maula... mais pode mudar
Nem sempre se ganha topando a parada
E só quem aposta é que pode ganhar...
E assim segue o tempo mostrando pra gente
Que é seguindo frente que se chega ao fim
Então paro um pouco compondo os arreios
E busco o que a vida ainda guarda pra mim

Me vou vida a fora buscando nas horas
Razões e verdade na sina estradeira
E assim meus limites se tornam pequenos
Levando os anseios pra além das porteiras
De alma curtida e emoção renovada
Meu pingo de estrada se aparta do freio
E a sorte nos mostra que o rumo é uma aposta
E só anda bem quem compõe os arreios
Compõe os arreios

Refrão

Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais