Dois corações

Dantas e Cleber

exibições 1.038

Dois corações que não se encontram


Tal qual o céu e o mar;
Que por mais que estejam juntos no horizonte,
Não se encontram
Nem se tocam,
Só se olham.
E em cada olhar
Aumenta mais a vontade de ir além do olhar.

Tal qual a água e o óleo;
Que por mais que estejam juntos num só copo,
Não se misturam
Nem se completam,
Só se tocam.
E em cada toque
Aumenta mais a vontade de não só tocar.

Desencontros não ensinam a ninguém viver.
Cada um em seu mundinho não podem se ver.
Até quando fugiremos pra não aprender
Que dois corações que não se encontram
Podem se perder.
A água e a chuva / o sol e o calor,
O frio e o gelo / o espinho e a flor.
A casa e o abrigo / o peixe e o anzol.
O ar e a brisa / a cama e o lençol.
O toque e o carinho / o livro e o saber.
E tudo que existe insiste em dizer:
Dois corações que não se encontram
Podem se perder.

Terra Música
feedback