Dasdo E O Gato

Demônios da Garoa

exibições 581

Dasdo, se o destino separou nós dois
Devorve o gato, que o resto a gente vê depois
Sinto farta do teu amor
Mas sofro mais sem Nabucodonossor

É sofrimento pra ninguém botar defeito
O gato é minha cara e desse jeito
Você não vai sentir a minha farta
Sem os dois perto de mim
Ando até com pressão arta

Tropeço nas ruas da vida
Bebendo no bar do bexiga
E a lua hoje é minha inimiga
E faz prosa de mim

Sei que a Dasdo com pose de teatro
Punhala o gato e transforma em tamborim
Aí mato a gata pelo gato
E a saudade fez do mato
Toma conta do canteiro

Dasdo e Nabucodonossor
Nenhum dos dois presta
É o que me resta
Do mundo inteiro

Terra Música
feedback