Fatalidade

Diana

exibições 70.748

Uma vida tão vazia, sem amor, sem esperança, fez de mim uma descrente de viver
E durante as minhas férias, eu pensei numa viagem, e assim os meus problemas esquecer
E no trem que eu viajei, conhecí um moço triste, que a felicidade um dia esqueceu
Me falou de sua vida, seus anseios, suas mágoas, ele era tão sozinho como eu

[Refrão]
Fatalidade! O amor surgir tão de repente
Até mesmo quando traz uma esperança, é uma fatalidade

Nosso modo de sentir, nos unia a cada instante, e logo entre nós dois o amor nasceu
Mas uma briga sem motivo, destruiu nossa alegria, fez com que eu voltasse logo sem você
Na cidade aonde moro, procurei com esperança, outro alguém que ocupasse seu lugar
Mas ninguém me compreende, só você me entendia, e por isso é que eu procuro por você

[Refrão]
Fatalidade! O amor surgir tão de repente
Até mesmo quando traz uma esperança, é uma fatalidade

...Música...

Mas se resta um sentimento, no seu coração amigo, que eu tanto magooei quando partí
Eu lhe peço que esqueça, nossa briga de um momento, pois não vou me conformar em lhe perder

[Refrão]
Fatalidade! O amor surgir tão de repente
Até mesmo quando traz uma esperança, é uma fatalidade

Terra Música
feedback