La Recompensa

Don Omar

exibições 2.470

La Recompensa

La Recompensa. Don Omar (Feat. Gallego)
Cd: The Last Don--------------------
La recompenza es basta
Y la vida una sola
Vivir hora tras hora
Para morir y ser yo
La recompenza basta
Y la vida una sola
Vivir hora tras hora
Para morir y ser yo
(Eliel!)

Aveces uno se pregunta si la vida es justa
Porque mi vieja se tuvo que morir de cancer
Y no estar aqui conmigo viendome triunfar
Porque mataron a Georgie, a Charlie, a Tony
A Carmelo y a su primo Michael
Porque los mataron y los dejaron irreconocibles
Y los tuvimos que enterrar
Y llorarlos
Y hasta olvidarlos
Aveces uno se pregunta si la vida vale la pena, socio
Porque la vida en el caserio
No es igual a la vida en una urbanizacion cerrada
Porque Victor Fajardo se robo el dinero
Que era pa' que nuestros chamaquitos estudiaran
Y salieran del barrio con un diploma
En vez de un tiro
Porque a Pedro Rosello jamas lo pudieron vincular con el palo del pueblo
Porque hay falsos profetas alfrente de una iglesia
Y hasta les permiten tener programas de television
Porque sigue la guerra en el caserio
Y las AK-47, como lobos de una fucking noche interminable
Porque, señora gobernadora, el gobierno nos roba la fe
Y mata nuestras esperanzas
Porque hay que seguir viviendo encontrando tantas dificultados
Porque los domingos en mi barrio no son los mismos que en Torrimar
Porque Norberto Nieves pudo salir a la graduacion de su hijo
Cuando a miles de preso no se les permite
Porque Buzo esta cumpliendo en su casa
Y a nuestro hermanito Tempo lo tienen cumpliendo en la Federal
Porque hay guerra entre Estados Unidos y el Medio Oriente
Porque hay que seguir viendo mas odio, mas ira, mas ratings
Mas carceles, mas masacres, mas sueños rotos, mas lagrimas
Mas historias de superacion, de fabricacion de cargos
Porque vivir, mi hermano?
Sientate, que te voy a decir
Vivimos, porque la recompenza es estar vivo, papi

Me aferre de la verdad
Y adopte la realidad
Por que vivir no es por vivir
Si no vivir pa' superar
Y me aferre de la verdad
Y adopte la realidad
Por que vivir no es por vivir
Si no vivir pa' superar

Yo me aferre a que mi viejo me amara
Sin embargo, Edwin Otero lanzo su hija al vacio
Yo me aferre a creer en Dios
Cuando sus representantes en la tierra cometian lascivia
Yo me aferre a creer en la lealtad
Sim embargo en mi barrio hasta los primos se tiran trambos
Yo me aferre a que el gobierno fuera algo verdadero
Sin embargo, el gobierno resulto ser una total mentira
Yo me aferre a creer en la paz
Cuando miles de puertorriqueños son llamadas al field de la guerra
Y mueren por gotas de petroleo
Yo me aferre a creer que el matrimonio, segun la iglesia catolica
Es hasta que la muerte nos separe
Y sin embargo, viene nuestra gobernadora y se nos divorcia
Yo me aferre a que los jodedores de la calle no chotean
Y pal de cocorotes panas mias hicieron valvula en la Federal
Y a que se habran aferrao' los dos chamaquitos que salieron de la Grabiela Mistral
Sin saber que esa tarde morian en el Cerro Maravilla
Brother, yo me aferre al amor
Y estoy vivo
Este es mi testimonio
Gallego...
Don Omar...

Me aferre de la verdad
Y adopte la realidad
Por que vivir no es por vivir
Si no vivir pa' superar
Y me aferre de la verdad
Y adopte la realidad
Por que vivir no es por vivir
Si no vivir pa' superar

La recompenza es basta
Y la vida una sola
Vivir hora tras hora
Para morir y ser yo
La recompenza es basta
Y la vida una sola
Vivir hora tras hora
Para morir y ser yo

A Recompensa

A recompensa. Don Omar (Feat. Gallego)
Cd: The Last Don --------------------
A recompensa é o suficiente
E uma vida
Viver por hora
Para morrer e ser-me
A recompensa suficiente
E uma vida
Viver por hora
Para morrer e ser-me
(Eliel!)

Às vezes, uma pergunta se a vida é justa
Porque o meu velho tinha de morrer de câncer
E não estar aqui vendo-me suceder
Porque mataram Georgie, Charlie, Tony
A Carmo e seu primo Michael
Porque eles mataram e deixaram irreconhecível
E nós tivemos que enterrar
E chorar
E para esquecer
Às vezes, um parceiro se pergunta se a vida vale a pena,
Porque a vida na quinta
É igual a vida em residencial fechado
Victor Fajardo porque roubou o dinheiro
Isso foi chamaquitos PA nosso estudo
E deixar o bairro com um diploma
Em vez de um tiro
Pedro Rosello, porque eles nunca poderiam ligação com vara do povo
Porque existem falsos profetas de uma igreja alfrente
E permitir que eles tenham programas de TV
Por que a guerra é na quinta
E o AK-47, como lobos em uma noite interminável fucking
Porque, senhora governadora, o governo nos rouba a fé
E mata as nossas esperanças
Porque temos que continuar vivendo, encontrando tantas dificuldades
Porque no meu bairro, aos domingos não são os mesmos que em Torrimar
Porque Norberto Nieves poderia ir à formatura de seu filho
Quando milhares de prisioneiros não são permitidos
Diver Porque este encontro em casa
E o que é nosso irmão Tempo servindo na Federal
Porque não há guerra entre os E.U. e no Oriente Médio
Porque temos que continuar vendo mais ódio, mais raiva, as avaliações mais
Mais prisões, massacres, os sonhos mais quebrado, mais lágrimas
Mais histórias de superação, de fabricação de acusações
Porque a vida, meu irmão?
Sente-se, eu vou dizer
Vivemos, pois a recompensa é estar vivo, pai

Me agarro à verdade
E tome realidade
Porque a vida não é viver
Se você não vive pra vencer
E me agarro à verdade
E tome realidade
Para viver é viver
Se você não vive pra vencer

Me agarro ao meu velho me ama
No entanto, Edwin Otero libertado sua filha a vácuo
Me agarro à crença em Deus
Lascívia quando os seus representantes na terra comprometida
Me agarro à crença na lealdade
Sim no meu bairro, embora os números primos são disparados Trambaan
Me agarro ao que o governo deveria ser algo verdadeiro
No entanto, o governo acabou por ser uma mentira total
Me agarro a acreditar na paz
Quando milhares de porto-riquenhos são chamados para o campo de guerra
E morrem por gotas de óleo
Me agarro a acreditar que o casamento, segundo a Igreja Católica
É até que a morte nos separe
E, no entanto, é o nosso governador e nós divorciada
Me agarro para que nenhuma rua idiotas
E amigo meu fez Cocorote válvula panas na Federal
E conservar o têm que ser mantidos "os dois miúdos pequenos que deixou o grabiela Mistral
Não sabendo que esta noite foi em Cerro Maravilla
Irmão, me agarro ao amor
E eu estou vivo
Este é o meu testemunho
Gallego ...
Don Omar ...

Me agarro à verdade
E tome realidade
Porque a vida não é viver
Se você não vive pra vencer
E me agarro à verdade
E tome realidade
Para viver é viver
Se você não vive pra vencer

A recompensa é o suficiente
E uma vida
Viver por hora
Para morrer e ser-me
A recompensa é o suficiente
E uma vida
Viver por hora
Para morrer e ser-me

Terra Música
feedback