Cry Thunder

Time after time as we march side by side
Through the valleys of evil and torturing souls,
Night after night, for the glory we fight,
In the kingdom of madness and the tales from the old

Death by our hands, for the higher command,
As the darkness surrounds us in the climb as they fall
Fly by with steel, and the tyrants will kneel,
Hearts burning stronger with the power of the sword

Set sail for the glory,
Pray for the master of war
Sunlight will fall by the wastelands
And its rise to the heroes before

Cry thunder!
Sword in his hand,
Titans of justice, fearless we stand
Cry thunder!
Strong in command
Blessed by the union, freedom of man

Reckoning day, for the demons we slay,
With the force of the dragon we will conquer them all!
Chaos still reigns, in the space and in flames
To the ultimate glory when the legacy calls

March on
Through the hellfire
Blazing to the darkness beyond (Blazing to the darkness beyond)
Nightmares return of the thousands, screaming,
Rise for the heroes once more

Cry thunder!
Sword in his hand,
Titans of justice, fearless we stand
Cry thunder!
Strong in command
Blessed by the union, freedom of man

Unholy darkness,
In the eyes of broken dreams,
Outside of the wasted and torn,
A land of tears still remains
Soldiers of destiny calling,
And the fallen will rise up again,
Conquer the forces of evil and fight till the end

Cry thunder!
Sword in his hand,
Titans of justice, fearless we stand
Cry thunder!
Strong in command,
Saviour of nations, freedom of man

Cry thunder!
Sword in his hand,
Warriors defending,
One final stand
Cry thunder!
Strong in command,
Blessed by the union, freedom of man

Blessed by the union of man

Chore Trovão!

De tempos em tempos, à medida que marchamos lado a lado
Através dos vales do mal e das almas torturadas.
Noite após noite, pela glória nós lutamos
No reino da loucura e nos contos dos antepassados

Morto pelas nossas mãos, para o comando superior,
Enquanto a escuridão nos rodeia na escalada que os derruba.
Voe com garra, e os tiranos se ajoelharão,
Os corações queimam mais forte com o poder da espada.

Parta para a glória,
Ore pelo o mestre da guerra.
A luz do sol irá cair pelos desertos
E sua ascensão aos heróis de antes.

Chore trovão!
Espada em suas mãos,
Titãs da justiça, que sem medo defendemos.
Chore trovão!
Forte no comando
Abençoado pela união, liberdade do homem.

Conte os dias, para os demônios que matamos,
Com a força do dragão vamos conquistar todos eles
O caos ainda reina, no espaço e nas chamas
Para a glória final quando o legado chamar

Marche em frente
Através do fogo do inferno,
Ardendo para além da escuridão (Ardendo para além da escuridão )
Pesadelos retornam dos milhares de gritos,
Levante-se para os heróis mais uma vez

Chore trovão!
Espada em suas mãos,
Titãs da justiça, que sem medo defendemos.
Chore trovão!
Forte no comando
Abençoado pela união, liberdade do homem.

Profanando as trevas,
Aos olhos dos sonhos destruídos,
Fora do desperdício e despedaçado,
Uma terra de lágrimas ainda continua.
Soldados do destino chamando,
E os caídos se levantarão outra vez,
Conquiste as forças do mal e lute até o fim

Chore trovão!
Espada em suas mãos,
Titãs da justiça, que sem medo defendemos.
Chore trovão!
Forte no comando
Abençoado pela união, liberdade do homem.

Chore trovão!
Espada em suas mãos,
Guerreiros defendendo
Um estande final.
Chore trovão!
Forte no comando
Abençoado pela união, liberdade do homem

Abençoado pelo união do homem

Composição: Marc Hudson · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Peterson
Traduzida por Kaynan
Legendado por roobii e rafinhacouto
37.674 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais