Extranjera

Dulce María

exibições 89.656

Extranjera

Un golpe de luz me cegó,
O fue mi intuición, que falló,
Tal vez elegí, recorrer
El camino más largo
El caso es que fui, trás de ti
No supe jugar I perdí,
Me cansé, de soñar
En sentido contrario

Si mi alma se mueve
Por cielos abiertos
Y tú tienes miedo a volar,
Si conjugas la vida
En pasado imperfecto
Y jamás aprendiste
A creer, y a olvidar

Si siempre fui,
Extranjera en tu corazón
Me iré de aquí,
Yo me arreglo con mi dolor,
Sin ti, amor

El tiempo corrió contra mí,
El cielo se abrió y caí
Jamás conseguí, dibujar
Tus espacios en blanco

Si mi alma se mueve
Por cielos abiertos
Y tú tienes miedo a volar
Si conjugas la vida
En pasado imperfecto
Y jamás aprendiste olvidar
No, nooo

Si siempre fui,
Extranjera en tu corazón
Me iré de aquí,
Yo me arreglo con mi dolor

Si, siempre fui
Extranjera en tu corazón
Me iré de aquí,
Yo me arreglo con mi dolor.
Sin ti, amor... Uouo...

Yo me arreglo con mi dolor.
Sin ti, amor... Oh...

Estrangeira

Um golpe de luz me cegou
Ou foi a intuição, que falhou
Talvez escolhi ir
Pelo caminho mais longo
O fato é que fui atrás de você
Não soube jogar e perdi
Me cansei de sonhar
Em sentido contrário

Se minha alma se move
Por céus abertos
E você tem medo de voar
Se conjuga a vida
Em passado imperfeito
E jamais aprendeu
A se acreditar, e a esquecer

Se sempre fui
Estrangeira no seu coração
Sairei daqui
Eu me arranjo com a minha dor
Sem você, amor

O tempo correu contra mim
O céu se abriu e caí
Jamais consegui, desenhar
Teus espaços em branco

Se minha alma se move
Por céus abertos
E você tem medo de voar
Se conjuga a vida
Em passado imperfeito
E jamais aprendeu a esquecer
Não, não

Se sempre fui estrangeira
No seu coração
Sairei daqui
Eu me arranjo com a minha dor

Se sempre fui
Estrangeira no seu coração
Sairei daqui,
Eu me arranjo com a minha dor
Sem você, amor, uouo

Eu me arranjo com a minha dor
Sem você, amor, oh

0 comentários
Terra Música feedback