Em Jerusalém

Elaine de Jesus

exibições 40.041

Amanheceu
Hoje é sexta-feira em Jerusalém
Com a cruz sobre os seus ombros, Ele vem
Como ovelha muda não reclama com ninguém

Amanheceu
E a dor que Ele sente é demais
A caminho do Calvário, Ele vai
Condenado a morrer em meu lugar

Ele morreu
O Seu corpo foi rasgado
Ele foi crucificado pra me perdoar
A terra tremeu, o sol se escondeu
O véu se rasgou e a sexta-feira terminou

A cruz já está vazia, Ele foi levado
No sepulcro o seu corpo já foi colocado
Os discípulos com medo, pensam em parar
Se esqueceram da promessa e estão a chorar
De repente no sepulcro algo aconteceu
Os soldados vão ao chão, a pedra se moveu
A notícia entre o povo logo se espalhou
O sepulcro está vazio, Ele ressuscitou

Ele ressuscitou
Sobre o inferno e a morte, Ele triunfou
Sobre a cabeça da serpente, Ele já pisou
Tomou as chaves do diabo e fez estremecer
Ele é o Pai da Eternidade é o Dono do Poder

Ele subiu ao céu, mas prometeu que vai voltar
A sua Igreja redimida, Ele vem buscar
Mas só aqueles que passarem junto ao pé da cruz
Vão contemplar naquele Dia a face de Jesus

Como ovelha ao matadouro, foi sem reclamar
Foi humilhado e ferido só por me amar
Mas lá na cruz gritou bem alto: ''CONSUMADO ESTÁ!''
Para cumprir a profecia, Seu Trono deixou
E no Calvário a sua vida então entregou
Mas ao terceiro dia, meu Jesus ressuscitou

Sobre o inferno e a morte, Ele triunfou
Sobre a cabeça da serpente, Ele já pisou
Tomou as chaves do diabo e fez estremecer
Ele é o Pai da Eternidade é o Dono do Poder
Ele subiu ao céu mais prometeu que vai voltar
A sua Igreja redimida, Ele vem buscar
Mas só aqueles que passarem junto ao pé da cruz
Vão contemplar naquele Dia a face de Jesus
A face...a Tua face...Jesus

Terra Música feedback