Never Enough

Epica

exibições 79.538

Never Enough

Can't you hear me screaming once again?
(Voices you can't hear)
Because you are consumed and incontent
With everlasting greed
Don't you see me on my hands and knees?
(Begging and bleeding)
You're smiling as you bite the hand that feeds
But will you never see?

Always wanting what your eyes can't see
(Needing what your arms can't reach)
Thinking you are in need
Always hearing what your ears can't hear
(Feeling what your hands can't touch)
Thinking you're incomplete

It was never enough that I gave to you
All of the horror that you've put me through
Now can't I make up my mind this time?
This is where I will draw the line

Sacrificed my life to be with you
(Why did you leave me?)
There's nothing more from me you can consume
'Cause you are incomplete

Always wanting what your eyes can't see
(Needing what your arms can't reach)
Thinking you are in need
Always hearing what your ears can't hear
(Feeling what your hands can't touch)
Thinking you're incomplete

It was never enough that I gave to you
All of the horror that you've put me through
Now can't I make up my mind this time?
This is where I will draw the line

Everlasting need, would you please?
Answer me and make me complete
Everlasting greed, would you, please, set me free?
Fulfil all my needs and make me complete

It was never enough that I gave to you
All of the horror that you've put me through
Now can't I make up my mind this time?
This is where I will draw the line
Never again will I be with you
No promise eternal carrying us through
I finally made up my mind this time
This is the end, I've drawn the line
Never enough to devour your greed

Nunca Basta

Você não consegue me ouvir gritando uma vez mais?
(Vozes que você não pode ouvir)
Porque está consumido e infeliz
com sua avareza eterna.
Você não vê que estou prostrado?
(Suplicando e sangrando)
Você sorri enquanto devora a mão que sustenta,
Mas nunca irá ver?

Sempre observando o que os seus olhos não podem ver
(Precisando daquilo que seus braços não podem alcançar)
Pensando que você está necessitando
Sempre ouvindo o que seus ouvidos não podem ouvir
(Sentindo o que suas mãos não podem tocar)
Pensando que você era incompleto

Nunca bastou o que eu dei a você,
todo o horror que você me fez passar.
Agora, posso me decidir dessa vez?
É aqui que eu desenharei a linha

Sacrifiquei a minha vida para ficar contigo
(Por que você me deixou?)
Não tem mais nada em mim que você pode consumir
Pois você é incompleto

Sempre observando o que os seus olhos não podem ver
(Precisando daquilo que seus braços não podem alcançar)
Pensando que você está necessitando
Sempre ouvindo o que seus ouvidos não podem ouvir
(Sentindo o que suas mãos não podem tocar)
Pensando que você era incompleto

Nunca bastou o que eu dei a você,
todo o horror que você me fez passar.
Agora, posso me decidir dessa vez?
É aqui que eu desenharei a linha.

Necessidade incessante, você poderia, por favor
me responder e me completar?
Avareza interminável, você poderia, por favor, me libertar?
Preencha todas as minhas necessidades e me complete

Nunca bastou o que eu dei a você,
todo o horror que você me fez passar
Como posso me decidir dessa vez?
É aqui que eu desenharei a linha.
Nunca de novo eu estarei contigo
Sem promessas eternas nos carregando
Eu finalmente me decidi dessa vez
Este é o fim, eu desenhei a linha
Nunca basta para devorar sua avareza

Composição: Ad Sluijter / Simone Simons / Yves Huts · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Raphael, Traduzida por Raphael, Legendado por lucy_lamentfull e msglitter_gaga
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.
0 comentários
Terra Música feedback