Letras de músicas - Letras.mus.br

Linda Flor

Flora Matos

Linda flor, minha princesa bandida
Gata, rainha, meu anjo, parceira, minha vida
Maravilha de Deus, perfeição divina
Meu caminho, pecado, eu sei que tu é a minha
Tem outras também que dão mole, molinho
Gata mole gostosa, só quando eu tô sozinho
Desejo e tentação, eu quero, eu não aturo
Lembro da preta de fé, mas sinto que tô de pau duro
Nem penso no futuro se me sinto seguro
Instinto do homem, já sabe, vou pular o muro
Balada boa, toda pelada do nada
Gata molhada, boazuda, desgraçada
Mas não dá nada
Tô na luta, dou papo e se pá, salada de fruta
Morango na boca ela chupa
Faço o meu sexo delicado à força bruta
Uma pequena caída ou a coroa enxuta
Sou piranha pra caralho, mas não como puta
Quando eu canto pra minha gata eu sei que ela me escuta
Tá tranquilo, eu como quem eu quero
Até o dia que isso deixar de ser um mistério
Na cabeça dela que tá bolada
Montando um quebra cabeça
Mas sabe que eu tô ativo, é o que eu quero
Vou na casa dela, cuido com carinho
Trabalho direitinho e também levo os meu fininho
Chamo de meu amor, ela chama de gatinho
Então demorou, vamos lá pro quartinho
Minha vida, rap, mulheres, balada todo dia
Sem como ficar com uma só porque só tem vadia
A minha se destaca, porque eu não sou babaca
Não tô na pista pra fuder, pegar urucubaca
Sei que do mole quando elas ataca
Minha mina espera é cara e não é carne barata

Cavalo doido, cheio de chifre na testa
Achando que pode e diz que tá fazendo a festa
Quando tá sozinho as mina pede me empresta
Me dá cenzinho agora, e eu te passo a chave mestra
Olha pra ele, pisca e rebola pra esse lado
Ele passa mal, come bem quieto e bem calado
Pra vê como é esperto, como que tá informado
Te alugo e tu não sabe, tá vendido e tá comprado
Se perde porque não passa de um nerd skinhead
Disfarçado tirando onda de bad boy
Faço meu rap, curto free, fumo uma erva
Sou doida sim, mas nunca fui de ser mulher reserva
Dói
Não me meta no meio das enlatada com conserva
BDF preta de fé, pura e longe das trevas
Pega coroa enxuta e a gata caída
Bate tudo de uma vez, bebe que nem batida
Pra mim a minha vida só fica mais divertida
Eu livre de tu, vivida e distraída
Não te traio, me distraio
Distraído tá chorando, bebão
Sorriso lindo, mas não tô admitindo
Tu tá mentindo que tá dormindo
Eu tô curtindo, tu sonhando
Eu saindo levando comigo o sino
Pra outro pico, e tu sem fazer ideia nem de com quem eu fico.
Cuidado com os amigos porque se eu quero eu aplico
Swing, levada, com os meus disco te complico
Se tu quer que eu te fale
Quem que tu comeu, eu explico
Nos mínimos detalhes
Quando eu quis eu fui pro baile
Curtimos varias bala, fizemos vários freestyle
Ideia diferente em cena, informação metralhe
Tá achando que sabe, eu peço que não me atrapalhe

Te escuto, não evoluo
Será que tu compreende?
Só ando pra trás contigo, demorou de andar pra frente
Nunca trabalhou direito, caminhou estreito
Não tem conceito, nunca que assumiu um defeito
É desse jeito mas tranquilo, capela jogou efeito
No som que já ficou louco, tem feeling swing preto
Não aguento mais, tu ta parado, estagnado
No mesmo lugar, não evolui e só cresce pros lados
Quebra-cabeça ta guardado, montei o corpo todo
Ta louco, cuidado parceiro
A vida é um jogo
Tendo grana, mantem propaganda na Rede Globo
Tu quer suruba, entrevista de caô a louco

Mulher que vem de graça tu sabe que consome
Diz que não come puta então me diz o que tu come
Showzinho merchandising, depois como ele come
Coragem e HIV não tem CEP, nem sobrenome

Mulher que vem de graça tu sabe que consome
Diz que não come puta então me diz o que tu come
Showzinho merchandising, depois como ele come
Coragem e HIV não tem CEP, nem sobrenome

43.671 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais