One For The Vine

Genesis

exibições 3.148

One For The Vine

Fifty thousand men were sent to do the will of one.
His claim was phrased quite simply, though he never voiced it loud,
I am he, the chosen one.

In his name they could slaughter, for his name they could die.
Though many there were believed in him, still more were sure he lied,
But they'll fight the battle on.

Then one whose faith had died
Fled back up the mountainside,
But before the top was made,
A misplaced footfall made him stray
From the path prepared for him.
Off of the mountain,
On to a wilderness of ice.

This unexpected vision made them stand and shake with fear,
But nothing was his fright compared with those who saw him appear.
Terror filled their minds with awe.

Simple were the folk who lived
Upon this frozen wave.
So not surprising was their thought,
This is he, God's chosen one,
Who's come to save us from
All our oppressors.
We shall be kings on this world.

Follow me!
I'll play the game you want me,
Until I find a way back home.

Follow me!
I give you strength inside you,
Courage to win your battles -

No, no, no, this can't go on,
This will be all that I fled from.
Let me rest for a while.

He walked into a valley,
All alone.
There he talked with water, and then with the vine.

They leave me no choice.
I must lead them to glory or most likely to death.

They travelled cross the plateau of ice, up to its edge.
Then they crossed a mountain range and saw the final plain.
Still he urged the people on.

Then, on a distant slope,
He observed one without hope
Flee back up the mountainside.
He thought he recognised him by his walk,
And by the way he fell,
And by the way he
Stood up, and vanished into air.

Um para a videira

Cinquenta mil homens forem enviados para realizar a vontade de um.
Sua reivindicação foi expressada bem simplesmente, embora ele nunca a professasse em voz alta,
Eu sou ele, o escolhido

Em seu nome eles podiam matar, por seu nome podiam morrer.
Apesar de tantos acreditarem nele, ainda mais estavam certos de que mentia,
Mas eles seguirão lutando a batalha

Então um cuja fé havia perecido
Correu de volta para cima da montanha
Mas antes que alcançasse o topo
Uma passada mal colocada lhe fez desviar
Do caminho preparado para ele
Para fora da montanha,
em direção a uma vastidão de gelo.

Essa visão inesperada o fez parar e tremer com medo,
Mas nada era seu pavor comparado ao daqueles que o viram surgir
Terror encheu suas mentes com reverência

Simples era o povo que vivia
Por sobre essa onda congelada.
Então não era surpreendente seu pensamento,
Este é ele, o escolhido por Deus,
Que veio salvar-nos de
Todos nossos opressores.
Nós deveremos ser reis neste mundo

Sigam-me!
Jogarei o jogo que vocês quiserem
Até que encontre um caminho de volta para casa

Sigam-me!
Eu lhes darei força dentro de vocês,
Coragem para vencer suas batalhas -

Não, não, não, isto não pode continuar.
Isso será tudo aquilo do que fugi.
Deixe-me descansar por um instante

Ele caminhou em direção a um vale
Totalmente só
Então falou com a água e com a videira

Eles não me deixam escolha.
Devo liderá-los para a glória ou mais provavelmente para a morte

Eles viajaram através de um platô de gelo, até sua borda.
Então atravessaram a montanha e viram o último planalto.
Ainda assim ele apressava-os para diante

Então, num declive distante,
Ele observou um sem esperança
Correr de volta para cima da montanha.
Ele pensou tê-lo reconhecido pelo andar,
E ao lado do caminho ele caiu,
E ao lado do caminho ele
se levantou, e desapareceu no ar.

Terra Música
feedback