Segunda Vez

Grupo Relíquia

Não, não consigo evitar
Seu amor se faz presente em minha mente
Não é fácil de viver sem teus carinhos
Sei, que não é fácil recuar
O jeito mesmo é me entregar pra te amar
Para outra vez chorar, sorrir, cantar
Se quiser, pode até me censurar
Por querer eliminar o que é seu
Por ter medo de tentar de novo

É que o amor (tem que vir devagar)
Porque ainda estou (um tanto machucado)
A última moça me fez sofrer um bocado
E mais calejado (tenho o corpo fechado)
O tempo bastou (pro meu coração)
Que bate mais forte (mas com os pés no chão)

Eu não sei o que é (não sei bem como é)
Só sei que tu és (muito mais que mulher)
Talvez muito mais (por ser a segunda vez)
Seu amor se faz presente em minha mente
Não é fácil de viver sem teus carinhos
Sei, que não é fácil recuar
O jeito mesmo é me entregar pra te amar
Para outra vez chorar, sorrir, cantar
Se quiser, pode até me censurar
Por querer eliminar o que é seu
Por ter medo de tentar de novo

É que o amor (tem que vir devagar)
Porque ainda estou (um tanto machucado)
A última moça me fez sofrer um bocado
E mais calejado (tenho o corpo fechado)
O tempo bastou (pro meu coração)
Que bate mais forte (mas com os pés no chão)

Eu não sei o que é (não sei bem como é)
Só sei que tu és (muito mais que mulher)
Talvez muito mais (por ser a segunda vez)

Só sendo pela segunda vez pra gente entender o
Que é o amor, e por ser a segunda vez eu amo e vou
Amar eternamente

Composição: Claudinho Oliveira/ Renê Uchoa · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Grupo
5.420 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais