Letras de músicas - Letras.mus.br

Salém (A Cidade das Bruxas)

Harppia

Meados de 1692;
Trinta e quatro pessoas são executadas;
A acusação... feitiçaria;
Cidade... Salém...

Gatos, ratos, corvos e morcegos bancam os guardiães
Enquanto inflama o tacho do sortilégio
A magia negra corre à solta esta noite
O que nessa cidade não é nenhum sacrilégio

Alto lá, guerreiros eternos
Que o mestre vos aguarda
Permaneçam pois, fiéis
Que de vós será o inferno

Feitiços e pragas ardem no meio da noite
Fazendo da escuridão um presságio aflito
Mentes humanas oram e proclamam
Satã nosso Rei, venha a nós, oh! Maldito

Salém, a cidade das bruxas
Salém, os domínios do inferno
Salém, a cidade das bruxas
Salém, onde o mal é eterno

Uma carga de agouros paira sobre a cidade
e para provar sua força malévola
Chega a desafiar a própria Trindade
Arrastando consigo legiões de demônios

Alto lá, guerreiros eternos
Que o mestre vos aguarda
Permaneçam pois, fiéis
Que de vós será o inferno

Tire você mesmo sua própria conclusão
Antes que lhe lancem um feitiço
Que o transformará de corpo e alma
Em mais um discípulo submisso

Salém, a cidade das bruxas
Salém, os domínios do inferno
Salém, a cidade das bruxas
Salém, onde o mal é eterno

Composição: Jack Santiago · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Diego
11.500 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais