Letras de músicas - Letras.mus.br

Magicas Princesas

Tengo dos excusas en mi mente,
Para recortar mi día y a mi casa regresar,
Son un par de magicas princesas,
Con piyamas y con trenzas que juegan a ser mama.

Ya se han dado cuenta que soy debil,
Y con solo una sonrisa pueden todo conseguir,
De mi corazon se han vuelto dueñas
Y me alegran la existencia con solo en ellas penzar.

Entre gimnasia y la tarea,
Van creciendo muy de prisa.
Hay hay hay.
Las quisiera detener,
Pero un dia se iran de casa
Y entre sus cosas llevaran un pedazo de mi vida
Que jamas regresara,
Mientras tanto quiero darles tantas cosas,
Quiero darles tanto amor tanta atencion,
Y enseñarles cada dia su importancia y su valor,
Quiero cuidarles el corazon.

Son como un jardin en primavera,
Que se viste cada dia de belleza y esplendor,
Son como palomas mensajeras
Que el señor mando del cielo
Para hablarme de su amor.

Entre gimnasia y la tarea,
Van creciendo muy de prisa.
Hay hay hay.
Las quisiera detener,
Pero un dia se iran de casa
Y en sus cosas llevaran un pedazo de mi vida
Que jamas regresara,
Mientras tanto quiero darles tantas cosas,
Quiero darles tanto amor tanta atencion,
Y enseñarles cada dia su importancia y su valor,
Quiero cuidarles el corazon.

Hay hay hay.
Las quisiera detener.

Princesas Mágicas

Tenho duas deculpas em minha mente,
Para adiantar meu dia e para minha casa voltar,
São um par de princesas mágicas,
Com pijamas e com tranças que brinvam de ser mamãe.

Já se deram conta que sou fraco,
E com um só sorriso podem conseguir tudo,
Do meu coração se tornaram donas,
E me alegram a existência só de pensar nelas.

Entre ginásticas e os deveres,
Vão crescendo bem depressa,
ai, ai, ai.
Eu queria dete-las,
Mas um dia irão embora de casa
E entre suas coisas levarão um pedaço da minha vida
Que jamais voltara,
Enquanto isso quero dar-lhes tantas coisas,
Quero dar-hes tanto amor, tanta atenção,
E ensinar-lhes cada dia sua importancia, seu valor,
Quero cuidar de seu coração.

São como um jardim na primavera,
Que se veste a cada dia de beleza e esplendor,
São como pombas mensageiras
Que o Senhor mandou do céu
Para falar-me do seu amor.

Entre a ginatica e a tarefa,
Vão crescendo muito depressa.
ai, ai, ai.
Eu queria dete-las
Mas um dia irão embora de casa
E em suas coisas levarão um pedaço da minha vida
Que jamais voltara,
Enquanto isso quero dar-lhes tantas coisas,
Quero dar-lhes tanto amor tanta atenção,
E ensinar-lhes cada dia sua importância, seu valor,
Quero cuidar do seu coração.

ai, ai, ai.
eu queria dete-las.

Composição: Sabe quem é o compositor? Envie pra gente.
Enviada por Alessandra
Traduzida por Alessandra
Legendado por Templarii
49.570 exibições
Ver mais fotos
Ainda não temos letras de Jesús Adrián Romero. Se você tiver, envie para o site e compartilhe com outras pessoas.
Se estiver procurando cifras, tablaturas ou partituras confira no www.cifraclub.com.br/jesus-adrian-romero
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais