Encarnação

Jorge e Mateus

exibições 28.228

Um grão de areia, a folha seca
vento molhado, um violão.

Canta sereia, a lua cheia
é a luz do céu do meu sertão (x2)

Olhar imenso, desejo forte
é alma gêmea, encarnação

A quem pertenço, entregue a sorte
com letra pequena esta canção (x2)

Pequeno papel rabiscado
Um verso errado quero consertar
Tirar esse doce veneno
Sujeito epiceno substantivar

Achar as palavras mais lindas
simples, pequeninas que possam tocar
Poder alisar seu cabelo
de manhã bem cedo começo a sonhar

Um verso simples refrescante
Nota dissonante
a corda arrebentou
Que droga, mas não tenho culpa
se o tempo da música já acabou (x2)

Composição: Diego Damasceno · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por JaPa, Legendado por guim
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música feedback