O Servo de Deus

Lauriete

exibições 13.020

Em meio à multidão perdida aparece
alguém firme a caminhar
Passos sério em trajar humilde,
firmes como a pomba sem tropeçar
Em seu corpo não se vê vaidade
sem olhar atrás segue os passos seus
E alguém com olhar perplexo diz
logo aquela é uma serva de Deus

Coro
Ela é uma serva de Deus
Certamente é uma serva de Deus
Seu jeito é bem diferente ninguém
se engana é uma serva de Deus

II
Em caminhos maus e turbulentos
aparece um varão disposto a lutar
Passos firmes e olhar sincero em
meio ao pecado porém sem pecar
O inimigo atira suas setas nenhuma
lhe atinge e ele vence os ateus
Nem mesmo os ímpios se engana
Diz logo aquele é um servo de Deus.

Coro
Ele e um servo de Deus
Certamente é uma servo de Deus
Seu jeito é bem diferente ninguém
se engana é um servo de Deus.

III
Meu irmão como esta sua vida no ambiente confuso
que estás vivendo
Será que tem sido luzeiro quando já
a luz não brilha neste mundo
tremendo.
Te pergunto será que o mundo pode olhar
em teus olhos e dizer para os seus
Tenho visto que aquele varão que vai
passando ali é um servo de Deus.

Terra Música feedback