Terra Prometida

Léo Canhoto e Robertinho

exibições 927

Enquanto existir lá na roça alguém trabalhando
Na enxada, no arado ou trator
Derramando o suor com seus calos nas mãos.
Enquanto existir essa gente na terra plantando
Eu falo com toda certeza
Que na minha mesa não faltará o pão.

Receba meu irmão do campo minha mensagem
Na voz dessa meu coração
Mandando essa canção pelas ondas do tempo.
Bendito todo o agricultor que planta o sagrado alimento
Que Deus proteja suas mãos
E do ventre do chão colhe o nosso sustento.

Muito obrigado meu irmão trabalhador
Que planta com muito amor com sacrifício e devoção
E Jesus Cristo te ilumine e te proteja
Onde quer que você esteja em qualquer canto da nação.
Homem sem terá o seu trabalho é sem gloria
Sua luta é sem vitória e não adianta reclamar.
Eu estou vendo sempre na televisão
O trabalhador erguendo a mão pedindo terra pra plantar.

Mas o chicote do carrasco fala alto
Você volta ao asfalto a procura de uma luz
Não se esqueça lavrador bendito homem
E você que mata a fome é seu braços que produz.
E ai irmão cadê a sua moradia
Um sem terra certo dia quis plantar ninguém deixou
Porem a terra que negaram ao João
Ele jogara no caixão de quem a terra lhe negou.

Zé da enxada, tem enxada não tem terra
Seu olhar é de um a fera com vontade de atacar
Mesmo com fome ele diz com muito amor
O senhor é meu pastor e nada me faltará.

0 comentários
Terra Música feedback