Não Às Drogas

Léo Canhoto e Robertinho

exibições 6.478

Como dói meu coração
Deus, meu pai, meu guardião
Frente a ti eu me humilho
No trabalho fiz de tudo
Para pagar os estudos
E formar os meus dois filhos
Minha filha que mais amo
Ser juíza era seu plano
Tudo foi um desprazer
Essa história que lhes digo
Foi o que aconteceu comigo
Você, pai, cuidado, amigo
Não deixe acontecer

Mandava mensalidade
Pra pagar a faculdade
Tudo foi com muito amor
Molhava minha camisa
Pra ver a filha juíza
E o filho promotor
Minha esposa já doente
Trabalhando honestamente
Deus levou aos seus cuidados
O seu último pedido
Me disse "Meu bom marido
Vai ver os filhos queridos
Quem sabe já estão formados"

Pensando somente neles
Fui encontrar-me com eles
Embora fosse distante
Promotor não encontrei
Meu filho amado era um rei
Mas um rei dos assaltantes
Perguntei por minha filha
Me disseram siga a trilha
Esse jogo um pai não joga
Não vi nem uma juíza
Porem vi uma rainha
Pra infelicidade minha
Uma rainha das drogas

Vinde a mim os pequeninos
Disse o rei divino
Palavras que nos confortam
Pai e mãe choram suas dores
As drogas causam horrores
Espinhos e poucas flores
De um caminho quase sem volta

Terra Música
feedback