Letras de músicas - Letras.mus.br

Flor Encarnada

Leôncio Severo

Flor encarnada
Que enfeita o rancho
Num fundão de corredor
Encilha o mate,
E abre a cancela
Que ao fim da tarde
Vem chegando o teu amor!

Tranco monarca
De um mouro pampa
Que pela estampa
A fronteira traz em si;
Baixa a canhada
Na volta antiga
E uma cantiga de chilenas
Traz prá ti...

Bombeio a D'alva
Que ascende o lume
E assim resume
A beleza de um viver...
Voltar pras casa
No fim do dia
Com melodia
Da voz do entardecer!

Busco teus olhos
Quando a tardinha
Abre a invernada da imensidão...
Solto uma copla
E sigo no rumo
Do teu ranchito
Flor amada do rincão.

E é neste rancho
Que afrouxo a rédea
Do mouro pampa
E desencilho junto a ramada...
Sombra copada
De um paraiso
E o teu sorriso ao me ver
Flor encarnada!...

Composição: Rogério Ávila / Leôncio Severo · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Anderson
586 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais