Guilty All The Same (feat. Rakim)

Linkin Park

exibições 119.621

Guilty All The Same (feat. Rakim)

Tell us all again
What you think we should be
What the answers are
What it is we can't see
Tell us all again
How to do what you say
How to fall in line
How there's no other way
But, ooh
We all know

You're guilty all the same
Too sick to be ashamed
You want to point your finger
But there's no one else to blame

You're guilty all the same
Too sick to be ashamed
You want to point your finger
But there's no one else to blame

You're guilty all the same

Show us all again
That our hands are unclean
That we're unprepared
That you have what we need
Show us all again
'Cause we cannot be saved
'Cause the end is near
Now there's no other way
And, ooh
You will know

You're guilty all the same
Too sick to be ashamed
You want to point your finger
But there's no one else to blame

You're guilty all the same
Too sick to be ashamed
You want to point your finger
But there's no one else to blame
There's no one else to blame
Guilty all the same

Guilty all the same
You're guilty all the same

Yeah
You already know what it is
Can y'all explain what kind of land is this
When a man has plans of being rich
But the bosses plans is wealthy
Dirty money scheme
A clean split is nonsense, it's insane
Even corporate hands is filthy
They talk team and take the paper route
All they think is bank accounts, assets and realty
At anybody's expense
No shame with a clear conscience
No regrets and guilt free
They claim that ain't the way that they built me
The smoke screen before the flame
Knowin' as soon as the dough or the deal peak
They say it's time for things to change
Rearrange like good product rebuilt cheap
Anything if it's more to gain
Drained, manipulated like artists, it's real deep
Until no more remains, but I'm still me
Like authentic hip-hop and rock, til pop and radio
And record companies kill me
Try to force me to stray and obey
And got the gall to say how real can real be
You feel me, we'll see
If greed could be to blame
Or greedy for the fame
Tv or a name
The media and the game
To me you're all the same
You're guilty

You're guilty all the same
Too sick to be ashamed
You want to point your finger
But there's no one else to blame

You're guilty all the same
Too sick to be ashamed
You want to point your finger
But there's no one else to blame
There's no one else to blame
Guilty all the same

Guilty all the same
Guilty all the same

Culpado do Mesmo Jeito (part. Rakim)

Diga-nos de novo
O que você pensa que devíamos ser
Quais são as respostas
O que é que não conseguimos ver
Diga-nos de novo
Como fazer o que você diz
Como cair em fileiras
Como não há outro jeito
Mas, ooh
Todos nós sabemos

Você é culpado do mesmo jeito
Muito doente para se sentir envergonhado
Você quer apontar o dedo
Mas não há ninguém para culpar

Você é culpado do mesmo jeito
Muito doente para se sentir envergonhado
Você quer apontar o dedo
Mas não há ninguém para culpar

Você é culpado do mesmo jeito

Mostre-nos de novo
Que nossas mãos são sujas
Que estamos despreparados
Que você tem o que precisamos
Mostre-nos de novo
Pois não podemos ser salvos
Pois o fim está próximo
Agora não há outro jeito
E, ooh
Você saberá

Você é culpado do mesmo jeito
Muito doente para se sentir envergonhado
Você quer apontar o dedo
Mas não há ninguém para culpar

Você é culpado do mesmo jeito
Muito doente para se sentir envergonhado
Você quer apontar o dedo
Mas não há ninguém para culpar
Não há mais ninguém para culpar
Culpado do mesmo jeito

Culpado do mesmo jeito
Você é culpado do mesmo jeito

Sim
Você já sabe como é
Vocês todos podem explicar que terra é essa
Em que um homem tem planos de ficar rico
Mas os planos dos chefes é juntar fortuna
Haverá um esquema para ganhar dinheiro
Uma divisão limpa
Absurdo do mesmo jeito, até a confiança é suja
Falam em "time", eles pegam o caminho da grana
Tudo que pensam é a conta do banco, posses e Imóveis
A custa de qualquer pessoa, sem vergonha
Com a consciência limpa
Sem arrependimentos, são livres de culpa
Mas alegam que não foi assim que me construíram
Cortina de fumaça antes da chama
Saiba, assim que se forem, qual será o plano
Digo que é hora de as coisas mudarem
Reorganizar aquele produto bom que fizemos barato
Qualquer coisa se for para ganhar mais
Sugar, manipular dizendo "isso é muito profundo"
Até não sobrar mais nada, mas ainda sou eu
Um autêntico hip-hop e rock, do pop e da rádio
E as gravadoras me matam
Tentam me forçar a exceder isso, de jeito nenhum
Você tem a amargura de dizer
"Quão real a realidade pode ser?"
Se a ganância é a culpada
Gananciosos pela fama
Da tv ou um nome
Da mídia e do jogo
Para mim, vocês são todos iguais
Você é culpado

Você é culpado do mesmo jeito
Muito doente para se sentir envergonhado
Você quer apontar o dedo
Mas não há ninguém para culpar

Você é culpado do mesmo jeito
Muito doente para se sentir envergonhado
Você quer apontar o dedo
Mas não há ninguém para culpar
Não há ninguém para culpar
Culpado do mesmo jeito

Culpado do mesmo jeito
Culpado do mesmo jeito

Terra Música
feedback