Apaixonado / A Loira do Carro Branco (Pout-Pourri)

Luan Santana

exibições 14.460

Ô Ô Ô assim ó:
Tchê tchê tchê
Ô Ô essa é pro povo do meu Mato Grosso do Sul.

Moreninha Linda
Se tu soubesses
O quanto padece
Quem tem amor.

Talvez não faria
O que faz agora
Quem te adora
Não tem valor.

Não vivo sem ti
Sem ti não sei viver
Se eu perder seus beijos
Juro querida
Que vou morrer.

Vou sofrer por ti
Por ti vou sofrer
Se for meu destino
Apaixonado
Quero Morrer.

Viajando solitário
Mergulhado na tristeza
Numa curva da estrada
Eu tive uma surpresa

Uma loira encantadora
Bonita por natureza
Me pediu uma carona
Eu atendi com destreza.

Sentou bem pertinho de mim
Com muita delicadeza
O meu carro foi o trono
Eu passei a ser o dono
Da rainha da beleza.

Foi o dia mais feliz
Que o meu coração sentiu,
Mas meu mundo encantado
De repente destruiu

Ao ver a loira tremendo
gemendo e suando frio
Parei o carro depressa
Na travessia de um rio.

Enquanto eu fui buscar a água
Que tão triste ela pediu
Ouvi cantar os pneus
E me dizendo Adeus
Com meu carro ela sumiu.

Ô Ô bandida volta pra cá trem.

Somente um bilhetinho
Na estrada eu encontrei
Quando eu acabei de ler
Emocionado eu fiquei.

No bilhete ela dizia
Por você me apaixonei
Só peço que me perdoe
O golpe que eu lhe dei
Para alimentar a esperança
O carro eu levarei
Me perdoe por favor
Quando me der seu amor
O carro eu entregarei.

Quem estiver me ouvindo
Preste muita atenção
O meu carro não tem placa,
Mas vou dar a descrição
É branco e tem uma loira
Charmosa na direção
Dou o carro de presente
Pra quem fizer a prisão
Por ela ter roubado o carro
Já tem absolvição,
Mas lhe darei um castigo
Vai ter que viver comigo
Por roubar meu coração.

Terra Música
feedback