Nunca Digas Siempre

Luis Fonsi

exibições 2.342

Nunca Digas Siempre

Se nos gastó tan pronto el amor,
En la eternidad fue breve.
Duele soltar promesas que son
Hojas que viento mueve.
Nos derribó de golpe el dolor.
El cielo quedó desierto.
No hay más que hablar,
No pidas perdón,
Por lo que ayer fue cierto.

Mi corazón da un paso en falso y vuelve a ti,
Sigue latiendo contra mí.
No sé cómo enfrentar el tiempo,
Ni la noche, ni el silencio.
No hay solución
Sin ti perdí la inspiración.
Deje mi luz en un rincón..
El cielo es tan pequeño
Que no caben ya mis sueños.
Hoy se vuelve nada lo que sientes,
Sabes bien que las palabras mienten.

Nunca digas siempre...
Nunca digas siempre...

Cuesta perder, y esta soledad
Me enseña por las malas
¿Cómo volar, si la realidad
Nos congeló las alas?

Mi corazón da un paso en falso y vuelve a ti,
Sigue latiendo contra mí.
No se como enfrentar el tiempo,
Ni la noche, ni el silencio.
No hay solución.
Sin ti perdí la inspiración.
Deje mi luz en un rincón.
El cielo es tan pequeño
Que no caben ya mis sueños.
Hoy se vuelve nada lo que sientes,
Sabes bien que las palabras mienten.

Ya ves, tu futuro me olvidó
Fui una pausa en tu camino
Un cometa que pasó
Me quedo sin ti
Muriendo en esta habitación
Aún no te puedo decir?
Adiós...

Nunca digas siempre...
Nunca digas siempre...

Mi corazón da un paso en falso y vuelve a ti,
Sigue latiendo contra mi,
No se como enfrentar el tiempo,
Ni la noche, ni el silencio.
No hay solución
Sin ti perdí la inspiración
Deje mi luz en un rincón,
El cielo es tan pequeño
Que no caben ya mis sueños.
Hoy se vuelve nada lo que sientes,
Sabes bien que las palabras mienten.

Nunca digas siempre...
Nunca digas siempre...

Nunca Diga Sempre

Se nos gastou tão logo o amor,
A eternidade foi breve.
Dói soltar promessas que são
Folhas que o vento move.
Nos derrubamos de um golpe de dor.
O céu está deserto
Não há mais o que dizer,
Não peça perdão,
Pelo que ontem foi certo.

Meu coração dá um passo falso e volta a ti,
Segue batendo contra mim.
Não sei como enfrentar o tempo,
Nem a noite, nem o silêncio.
Não há solução
Sem ti perdi a inspiração.
Deixe minha luz em um canto...
O céu é tão pequeno
Que não cabe em meus sonhos.
Hoje se torna nada do que sente
Sabe bem que as palavras mentem.

Nunca diga sempre...
Nunca diga sempre...

Custa perder essa solidão,
Me ensina fazer as malas
Como voar, se a realidade
Nos congelou as asas?

Meu coração dá um passo falso e volta a ti,
Segue batendo contra mim.
Não sei como enfrentar o tempo,
Nem a noite, nem o silêncio
Não há solução.
Sem ti perdi a inspiração.
Deixe minha luz em um canto.
O céu é tão pequeno
Que não cabe em meus sonhos.
Hoje se torna nada do que sente,
Sabe bem que as palavras mentem.

Já vê teu futuro me esqueceu
Fui uma pausa em teu caminho
Um cometa que passou
Me pego sem ti
Morrendo nesta casa
Ainda não posso te dizer?
Adeus....

Nunca diga sempre...
Nunca diga sempre...

Meu coração dá um passo falso e volta a ti,
Segue batendo contra mim,
Não sei como enfrentar o tempo,
Nem a noite nem o silêncio.
Não há solução
Sem ti perdi a inspiração
Deixe minha luz em um canto,
O céu é tão pequeno
Que não cabe em meus sonhos
Hoje se torna nada do que sente
Sabe bem que as palavras mentem.

Nunca diga sempre...
Nunca diga sempre...

Composição: Luis Fonsi / Monica Velez / Noel Schajris · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Fericirea25, Traduzida por Fericirea25
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.
0 comentários
Terra Música feedback