Confessions

Madonna

exibições 12.891

Confessions

I was three feet from the floor
Gasping for air
Trying to release my father's hands from my throat
I looked into his eyes and wondered
If my feet would ever touch the floor again
Have you ever been hit so hard that it sends your body flying across the room?
We all fall to the floor at some point
It's how you pick yourself up
that's the real challenge
Isn't It?
I've always lived im my own world
And I dance to escape my troubles
I've learned that there's light even in the darkest places
I can't blame my father for anything
You can't rely on other people to make you happy
But I Know deep donw inside
He loved me

There was a time
I suffered so much i want to get it out of me
I would cut my arms
Not to kill myself
I don't want die
I know I am lucky to be on this earth
I did It so the physical Pain
Would calm the pain that was eating me inside
Nothing was erased
I leave with my past tucked away
Deep Inside of me
It comes out as an explosion and...
It invades me
I believe we are messengers on Earth
I believe in angels
I am blessed by God to tell myself
I suffered that much to become who I am today

Now, you have to realize
Not only do I have a family
But now I have a whole hood
And That's power
But I ain't no Grimey-Ass Nigga
I was never out to kill anybody
Especially when I made that decision to Gang-Bang
I just wanted to fit in
But one day
I was forced to something that made me open my eyes
And I realised that this shit ain't no game
One of the homies got popped
And I was pressured into doing my first drive-by
It was kinda fucked up the way they tried to set me up
Me and my bro, we was headed back to the eight block
Some homies rolled up and they asked us to go somewhere
We pulled up to the corner
Then he placed a chunky-ass gun in my ride
He said "You know what to do with it"
It's time to get poppin' for the hood
But I wasn't out to kill anybody.

I was scape like that

Confissões

Eu estava à alguns metros do chão
Tentando respirar
Tentando livrar meu pescoço das mãos do meu pai
Olhei em seus olhos e me perguntei
Se meus pés tocariam o chão novamente
Você já foi atingido com tanta força que seu corpo vôou pela sala?
Todos caímos em algum momento
É assim que você se levanta
Esse é verdadeiro desafio
Não é?
Sempre vivi em meu mundo
E danço para fugir dos problemas
Aprendi que existe luz mesmo nos lugares mais escuros
Não posso culpar meu pai por algo
Você não pode depender de outra pessoa para te fazer feliz
Mas sei, profundamente
Que ele me amava

Havia um momento
Em que eu estava sofrendo tanto que queria tirar isso de mim
Cortei meu braços
Não para me matar
Não quero morrer
Sei que tenho sorte de estar na Terra
E fiz isso para que a dor física
Acalmasse a dor que me comia por dentro
Nada foi mudado
Vivo com meu passado preso
Bem dentro de mim
Isso vêm como uma explosão...
E me invade
Acredito que somos mensageiros na Terra
Acredito em anjos
Sou abençoada por Deus por saber
Que sofri tanto para me tornar o que sou hoje

Agora, você tem que entender
Não tenho apenas uma família
Mas agora tenho minha turma
E isso é poder
Mas não sou maloqueiro
Nunca estive determinado a matar alguém
Especialmente quando tomei a decisão para aquela Gangue
Eu só queria fazer parte da gangue
Mas um dia
Fui forçado a fazer algo que me fez abrir os olhos
E percebi que essa merda não é um jogo
Um dos nossos foi baleado
E fui pressionado para fazer o meu primeiro drive-by*
Foi meio foda o modo como tentaram armar pra gente
Eu e meu amigo, estávamos voltando para a nossa rua
Alguns colegas apareceram e nos pediram para ir a algum lugar
Viramos e esquina
Então ele colocou uma arma em meu caminho
Ele disse: "você sabe o que fazer"
Está na hora de atirar pela irmandade
Mas eu não estava lá para matar alguém

Eu escapei disso

Terra Música
feedback