Letras de músicas - Letras.mus.br

Advogado do Diabo

MAG

Apocalipse 22
Versículo 21
São João capítulo 2
Versículo 1

Também não sei qual é o dia
Mas eu sei que ele vem
Que seja feita a sua vontade
Em nome de Jesus, amém!

Agora pede clemência
Ajoelha, chora, implora
Agora ora, agora não é hora

O céu não te dá direito
Nem a um último pedido
Sua pena é de morte
Não vai ser absolvido

Você foi submetido
A um teste de paciência
Pensa que a sua vida foi uma mera coincidência
Consequência implacável
Mas pra mim tanto faz
Te ver queimando no inferno
Ou numa câmera de gás

Agora pede clemência
Ajoelha, chora, implora
Agora ora, agora não é hora

Meu cliente é culpado
Pelo crime de indução
Você fugiu da teoria
Foi pra execução

Sei que a mente é fértil
Pensamento voa
Tolo sedentário
O corpo sempre à toa

Joga a culpa no diabo
Fica mais confortável
Não assume que sua alma é um demônio miserável
Invejoso camuflado, vive dando desculpa
Não tenho culpa se Lúcifer te fala
E você degusta

Parece uma puta
Nem parece homem
Vive de fofoca cospe no prato que come
Anda com difamador
Vive negociando
Pra vender a própria alma
Vive sempre arquitetando

Mas o que mais me preocupa
É que essa merda é hereditária
Se o pai não tem vergonha na cara
O filho vai ser um canalha
Deus já deve tá chorando
Acabaram com o seu sonho

Quando o espírito me toca
Eu me calo e me envergonho
Diferente de você
Que ironiza, debocha
O meu castelo tá firmão
Foi erguido na rocha

Você se vende muito fácil
Depende de quanto é tanto
Agora vai pra igreja
Faz sua cara de santo
Ajoelha que sua prece
Num vai passar do teto
Hipócrita fica quieto quando vê que o papo é reto
Usa a família e sua lábia
Pra atingir sua meta
MAG prega pro mundo
MAG estilo profeta

Invejoso a tal ponto
De fazer oração
Perguntando pra Deus
Porque eu tenho, ele não

Lobo vestido de ovelha
Usa o seu tempo roubando
Finge pra esposa e pros filho
Que Deus que tá abençoando

Bem que eu já desconfiava
Muita gente me dizia
Que brincava com a palavra
Fumava, bebia

Oração de 10 minutos
Recitava capítulos
Maquiavélico a tal ponto
De explicar os versículos

Sempre brincou com a Bíblia
E com seus mandamentos
Adultério, calúnia mesmo tendo discernimento
Seu dia de treinamento
Faz bem jus ao seu preço
Quando ajoelha escondido
Pra uma estátua de gesso

Se eu mereço alguma coisa
É assistir sua desgraça
Pode ser triste pra família
Mas pra mim vai ter graça

Vai falar que não tem culpa
Tolo, equivocado
É estranho, mas hoje sou advogado do diabo

Eu sei que ele tem culpa
Não se preocupa
Filha da puta, não tem desculpa
Então me escuta

Não finge que é inocente
O que é seu já tá guardado
Condenado por clonagem do caráter do diabo

Bate nos filhos, grita, veste o terno
Ajoelha, brinca, vai pro inferno
Faz comércio na igreja
Tolo, equivocado
Condenado, nega Jesus e brinca com o diabo

Apocalipse 22
Versículo 21
São João capítulo 2
Versículo 1

Também não sei qual é o dia
Mas eu sei que ele vem
Que seja feita a sua vontade
Em nome de Jesus amém

Bate nos filhos, grita, veste o terno
Ajoelha, brinca, vai pro inferno
Faz comércio na igreja
Tolo, equivocado
Condenado, nega Jesus e brinca com o diabo

Apocalipse 22
Versículo 21
São João capítulo 2
Versículo 1

Também não sei qual é o dia
Mas eu sei que ele vem
Que seja feita a sua vontade
Em nome de Jesus amém

Em casa parece o demônio
Fuma, bebe cerveja
Veste um terno engomado
E já tá pronto pra ir na igreja
Espanca os filhos sem motivo
E depois sobe no púlpito

Anticristo, demagogo, missionário corrupto
Tão estúpido quanto a sua istência, ignorância
Sequelando os próprios filhos
Esquecendo da própria infância

No exemplo tem pastor
Diácono, bispo
Se é quente é crente em Cristo
Se é morno é anticristo

Usa o jargão como slogan
Pra encobrir os seus pecados
"Diz pra você não julgar
Que é pra ele não ser julgado"

Bem típico de um safado
Bem típico de um idiota
Bem típico de um fracassado
Bem típico de um hipócrita

Usa a igreja como um palco
Um salto pra sua ascenção
Usa o louvor e grita alto
Pra chamar sua atenção

Se não tem música
Ele sabe que não é convincente
No manual do anticristo
Existe as falhas de um crente

Quer seu dinheiro
Mas tem classe
Procura ter calma
Tira demônio, faz cura
Só pra ganhar sua alma

Seu desespero vem à tona
Quando vê outro irmão
Divulgando seu show particular na minha televisão
Aí então ele apela, grita com a igreja vem
Com chantagem emocional, chora, ora e fala amém

Ele mesmo é o tesoureiro
Ele mesmo administra
E sua família idolatra
Esse anticristo oportunista

Se formou em Teologia
Em colégio cristão
Decorou a Bíblia toda
Pra comprar sua mansão

Fala com a igreja com cautela
Num pode perder o emprego
Faz trabalho em favela
Mas odeia pobre e negro

A sua esposa é outra puta enrustida de irmã
Que admira esse demônio e diz que é sua fã
Mas com as vizinhas é a primeira a comentar da novela
A falar de galã, latindo estilo cadela
A mesma vaca que exige, dos filhos o respeito
Crava calcinha no rabo e põe decote no peito
Vai pra igreja desse jeito
O rosto te engana
Dá testemunho no púlpito
Mas se transforma na cama

Você pode me chamar, de louco conservador
Radical, complicado ou metido a pregador
Meu cliente é o réu
Mas ele já foi julgado
Condenado por tudo
Qualificado culpado

Mas se o diabo morresse
Teria um substituto
Você é suplente do inferno
Talvez até mais astuto

Tem o dom da palavra
Mas em nenhum momento
Lembra dos 10 mandamentos, do arrebatamento
Eu prefiro defender, como advogado
Quem me mostra o que é, como o próprio diabo

Mas você é um bastardo
Em rumo do seu fracasso
Com sua Bíblia sagrada sempre em baixo do braço
Sua sujeira encoberta, de certa forma discreta
Anjo sem luz, nega Jesus, falso profeta
Vai falar que não tem culpa
Tolo, equivocado
É estranho, mas hoje sou advogado do diabo

Eu sei que ele tem culpa
Não se preocupa
Filha da puta, não tem desculpa
Então me escuta
Não finge que é inocente
O que é seu já ta guardado
Condenado por clonagem do caráter do diabo

Bate nos filhos, grita, veste o terno
Ajoelha, brinca, vai pro inferno
Faz comércio na igreja
Tolo, equivocado
Condenado, nega Jesus e brinca com o diabo

Apocalipse 22
Versículo 21
São João capítulo 2
Versículo 1

Também não sei qual é o dia
Mas eu sei que ele vem
Que seja feita a sua vontade
Em nome de Jesus amém

Bate nos filhos, grita, veste o terno
Ajoelha, brinca, vai pro inferno
Faz comércio na igreja
Tolo, equivocado
Condenado, nega Jesus e brinca com o diabo

Apocalipse 22
Versículo 21
São João capítulo 2
Versículo 1

Também não sei qual é o dia
Mas eu sei que ele vem
Que seja feita a sua vontade
Em nome de Jesus amém

Composição: MAG · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Ikaro
Legendado por igor.souza
61.081 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais