El Verdadero Amor Perdona

Maná

exibições 49.131

El Verdadero Amor Perdona

Tienes todos los espacios
Inundados de tu ausencia
Inundados de silencio
No hay palabras no hay perdón

Tú me tienes olvidado
No respondes al llamado
No eches tierra a la palabra
Me condenas a la nada
No me entierres sin perdón

Mira corazón que es el engaño
Se revierte y hace daño
Se revienta en el aire
Como pompas de jabón
Cómo pude haberte yo herido
Engañarte y ofendido
Alma gemela no te olvido
Aunque me arranque el corazón

Ay el rencor que nos envenena
Nos hace daño
Aunque no regreses corazón
Haz de perdonarme

El verdadero amor perdona
No abandona
No se quiebra no aprisiona
No revienta como pompas de jabón

Un error es algo humano
No justifico la traición
Los amantes verdaderos
Se comprenden se aman y se
Olvidan del rencor

La noche empieza a amotinarse
De sueños rotos y el dolor
Y me revuelco en la cama
Aferrándome a la nada
Implorando tu perdón

Mira corazón cuánto te extraño
Pasan días pasan años
Y mi vida se revienta
Como pompas de jabón
Cómo pude haberte yo herido
Engañarte y ofendido
Alma gemela no te olvido
Aunque me arranque el corazón

Ay el rencor que nos envenena
Nos hace daño
Aunque no regreses corazón
Haz de perdonarme

El verdadero amor perdona
No abandona
No se quiebra no aprisiona
No revienta como pompas de jabón

Un verdadero amor perdona
Un verdadero amor perdona
Si el amor es verdadero
No se quiebra no abandona
Si el amor es verdadero
No se quiebra no abandona

O Verdadeiro Amor Perdoa

Tens todos os espaços
Inundados de tua ausência
Inundados pelo silêncio
Não há palavras não há perdão

Tú me tens esquecido
Não responde ao chamado
Não jogue terra à palavra
Me condenas ao nada
Não me enterre sem perdão

Olha coração o que é o engano
Se reverte e causa danos
Se arrebenta no ar
Como bolhas de sabão
Como pude eu te ferir
Enganar-te e te ofendido
Alma gêmea não te esqueço
Mesmo que me arranque o coração

Ai, o rancor que nos envenena
Nos faz mal
Mesmo que não voltes coração
Perdoe-me

O verdadeiro amor perdoa
Não abandona
Não se quebra não aprisiona
Não arrebenta como bolhas de sabão

Um erro é algo humano
Não justifico a traição
Os amantes verdadeiros
Se entendem se amam e se
Esquecem do rancor

A noite começa a amotinar-se
De sonhos quebrados e a dor
E dou voltas na cama
Me segurando em nada
Implorando teu perdão

Olha coração quanta saudade
Passam dias passam anos
E minha vida se arrebenta
Como bolhas de sabão
Como pude eu te ferir
Enganar-te e te ofendido
Alma gêmea não te esqueço
Mesmo que me arranque o coração

Ai, o rancor que nos envenena
Nos faz mal
Mesmo que não voltes coração
Perdoe-me

O verdadeiro amor perdoa
Não abandona
Não se quebra não aprisiona
Não arrebenta como bolhas de sabão

Um verdadeiro amor perdoa
Um verdadeiro amor perdoa
Se o amor é verdadeiro
Não se quebra não abandona
Se o amor é verdadeiro
Não se quebra não abandona

0 comentários
Terra Música feedback