Linha do Ão

Martinho da Vila

exibições 1.439

Tô cantando nesta linha
Que é a linha do ão
Já dancei samba-de-roda
Já briguei muito na mão

Eu nasci numa fazenda
E fui criado na favela
Namorei mulher casada
E fui homem de moça donzela
Treze anos de caserna
Me deram boa lição
Sou formado lá na Vila
Fiz do samba profissão

O meu pai era colono
E meeiro muito bom
Calangueava a noite inteira
Não perdia verso não
Mãe Teresa é rezadeira
E faz por mim muita oração
A Zezé é a macumbeira
Pó em mim não pega não

0 comentários
Terra Música feedback