Black Swan

Megadeth

exibições 14.777

Black Swan

I thought at this hour any pleasure can never really be a sin in vain
One hundred and one shots of opportunity
I'd gladly take them all again and again... and again

My angels left me, sorrows are my own
And now I'm here with the Devil, on my own

Just like a churchyard shadow, creeping after me
It's only there to terrify my mind, black swan keeps haunting me.

I promise that my soul not to get paid away
Wind always starts of as psychedelic and then it turns to black
My head starts swaying, I forgot what it was that I was saying
I don't know where I am and I'll never, never make it back.

I sealed my fate, and I paid my debt
I fell from grace with deep regret

My angels left me, sorrows are my own
And now I'm here with the devil on my own

Just like the churchyard shadow, creeping after me
It's only there to terrify my mind, black swan keeps haunting me
Just like the churchyard shadow, there's nothing left to see
It's only there to terrify my mind, black swan keeps haunting me

My angels left me, sorrows are my own
And now I'm here with the devil on my own (on my own)

Just like the churchyard shadow, creeping after me
It's only there to terrify my mind, black swan keeps haunting me
Just like the churchyard shadow, there's nothing left to see
It's only there to terrify my mind, black swan keeps haunting me

Just like the churchyard shadow, creeping after me
There's nothing left to see, there's nothing left of me

Cisne Negro

Estive pensando que qualquer prazer não pode ser um pecado em vão
Cento e um tiros de oportunidades,
Eu aproveitaria alegremente todas elas muitas vezes

Meus anjos me abandonaram, são minhas próprias tristezas
E agora eu estou aqui com o Demônio, sozinho

Como a sombra do cemitério, arrastando-se atrás de mim
Apenas pra aterrorizar minha mente, o cisne negro me visita

Juro que minha alma não será comprada
O vento começa psicodélico, e aí se torna negro
Minha cabeça começa a balançar, eu esqueço o que dizia
Não sei onde estou, e eu nunca, nunca retrucarei

Eu selei meu destino, e paguei meu débito
Caí em desgraça com profundo desgosto

Meus anjos me abandonaram, são minhas próprias tristezas
E agora eu estou aqui com o Demônio, sozinho

Como a sombra do cemitério, arrastando-se atrás de mim
Apenas pra aterrorizar minha mente, o cisne negro me visita
Como a sombra do cemitério, não há mais nada pra ver
Apenas pra aterrorizar minha mente, o cisne negro me visita

Meus anjos me abandonaram, são minhas próprias tristezas
E agora eu estou aqui com o Demônio, sozinho... (Sozinho!)

Como a sombra do cemitério, arrastando-se atrás de mim
Apenas pra aterrorizar minha mente, o cisne negro me visita
Como a sombra do cemitério, não há mais nada pra ver
Apenas pra aterrorizar minha mente, o cisne negro me visita

Como a sombra do cemitério, arrastando-se atrás de mim
Não há mais nada pra ver, não há mais nada pra mim

Terra Música
feedback