Holy Wars The Punishment Due

Megadeth

exibições 219.052

Holy Wars The Punishment Due

Brother will kill brother
Spilling blood across the land
Killing for religion
Something I don't understand

Fools like me, who cross the sea
And come to foreign lands
Ask the sheep, for their beliefs
Do you kill on God's command?

A country that's divided
Surely will not stand
My past erased, no more disgrace
No foolish naive stand

The end is near, it's crystal clear
Part of the master plan
Don't look now to Israel
It might be your homelands

Holy wars

Upon my podium, as the know it all scholar
Down in my seat of judgement
Gavel's bang, uphold the law
Up on my soapbox, a leader
Out to change the world
Down in my pulpit as the holier
Than-thou-could-be-messenger of God

Wage the war on organized crime
Sneak attacks, repel down the rocks
Behind the lines
Some people risk to employ me
Some people live to destroy me
Either way they die, they die

They killed my wife and my baby
With hopes to enslave me
First mistake, last mistake!
Paid by the alliance, to slay all the giants
Next mistake, no more mistakes!

Fill the cracks in, with judical granite
Because I don't say it
Don't mean I ain't thinkin' it
Next thing you know
They'll take my thoughts away

I know what I said
Now I must scream of the overdose
And the lack of mercy killings
Mercy killings
Mercy cowards
Cowards
Cowards
Cowards
Next thing you know
They'll take my thoughts away

Guerras Santas, O Devido Castigo

Irmão matará irmão
Derramando sangue pela terra
Matando em nome da religião
Algo que eu não entendo

Tolos como eu, que cruzam o mar
E chegam a terras estrangeiras
Pergunte ao rebanho, por suas crenças
Vocês matam em nome de Deus?

Um país que é dividido
Certamente não resistirá
Meu passado se apagou, chega de desgraça
Não resta nenhum tolo

O fim está próximo, é evidente
Faz parte do plano mestre
Não olhe agora para israel
Pois poderá ser sua terra natal

Guerras santas

Sobre o meu palanque, enquanto o conhecimento é erudito
Vem ao meu banco do meu julgamento
A batida do martelo, apóia a lei
Em minha saboneteira, um líder
Determinado a mudar o mundo
Aqui em meu púlpito o mais santo
Do que você poderia ser o mensageiro de Deus

Faça a guerra no crime organizado
Ataques sorrateiros, repelem as pedras
Atrás das linhas
Algumas pessoas se arriscam para me empregar
Algumas pessoas vivem para me destruir
De um jeito ou de outro eles morrem

Eles mataram minha esposa e meu filho
Na esperança de me escravizar
Primeiro erro, último erro!
Pagos pela aliança, para destruir todos os gigantes
Próximo erro, não há mais erros!

Preencha as rachas, com granito judicial
Só porque eu não digo isto
Não quer dizer que eu não esteja pensando nisto
Próxima ato, você sabe
Eles tomarão meus pensamentos

Eu sei o que eu disse
Agora devo gritar de overdose
E a falta de assassinatos por misericórdia
Assassinatos por misericórdia
Covardes por misericórdia
Covardes
Covardes
Covardes
Próxima ato, você sabe
Eles tomarão meus pensamentos

Terra Música
feedback